runner-805392_640A persistência ou perseverança é uma característica cristã muito bonita e importante. E por isso precisamos entender o seu significado:

  • Persistência: é a capacidade de continuar com os esforços mesmo frente aos mais desanimadores desafios ou obstáculos. É a qualidade de ser persistente, constância, pertinência.
  • Perseverança: qualidade de quem não desiste facilmente.

O mais famoso exemplo de persistência ou perseverança encontramos no Evangelho de São Lucas 18, 1-7: “Propôs-lhes Jesus uma parábola para mostrar que é necessário orar sempre sem jamais deixar de fazê-lo. Havia em certa cidade um juiz que não temia a Deus, nem respeitava pessoa alguma. Na mesma cidade vivia também uma viúva que vinha com frequência à sua presença para dizer-lhe: Faze-me justiça contra o meu adversário. Ele, porém, por muito tempo não o quis. Por fim, refletiu consigo: Eu não temo a Deus nem respeito os homens; todavia, porque esta viúva me importuna, far-lhe-ei justiça, senão ela não cessará de me molestar. Prosseguiu o Senhor: Ouvis o que diz este juiz injusto? Por acaso não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que estão clamando por ele dia e noite? Porventura tardará em socorrê-los”?

Não podemos desistir em meio as dificuldades, elas estão em nossa vida diária e não podemos olhar para os nossos problemas como se eles fossem maiores que Deus. Quem desvia o olhar de Deus olha para o chão e perde a perspectiva da grandeza de Deus. É através da perseverança na oração que nos mantemos firmes.

Quem persevera de joelhos não cai, pois está firmado em Deus e em Deus botou sua confiança, dizia Pe. Léo.

Peguemos os exemplos dos corredores, dos maratonistas, eles se dedicam na preparação para o dia da corrida e quando o dia chega o alvo deles é a linha de chegada, mas para alcançar o alvo determinado é preciso vencer cada metro proposto dando um passo após passo.

A palavra de Deus é uma fonte de graça ao dizer em Romanos 12, 12: “Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração”. Ou ainda, em Colossenses 4, 2: “Sede perseverantes, sede vigilantes na oração, acompanhada de ações de graças”.

Muitas pessoas não veem respostas de Deus em suas orações porque não oram o suficiente, e quando o fazem, fazem apenas 1 vez e acham que está tudo resolvido, lembremos de Daniel o quanto orou quando descobriu que a libertação estava perto.

Existem assuntos ou problemas que requerem um maior empenho de oração, necessitam de mais tempo e maior dedicação da nossa parte junto a Deus.

Leia também: