“A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê”. Hebreus 11, 1

Na noite de sábado trabalhamos o estudo baseado na fé com a seguinte analogia:

A fé, sem dúvida alguma é a nossa grande arma, é ela que mantem firme nossa esperança, e é por meio dela que disparamos a oração. Afinal de contas sem fé não oramos, sem fé não vamos ao encontro de Deus. Por isso, a fé é como um gatilho que dispara a nossa oração; oração que é municiada pela palavra de Deus.

Sendo assim, podemos resumir da seguinte forma:

  • A fé é como um gatilho, uma catapulta que dispara a nossa oração.
  • A oração é a nossa conversa poderosa com Deus, é o “conteúdo” que disparamos em direção ao Senhor.
  • A munição (conteúdo) que é alimentada graças a palavra de Deus

Quando nos dedicamos a isso (a oração fortalecida pela palavra de Deus), a mão de Deus se move ainda mais em nossa direção. Não que Deus esteja alheio ao nosso mundo ou ao nosso sofrimento, pois todos os dias ele manifesta sua gloria de alguma maneira na vida de todos, no entanto, ele se move com maior intensidade sobre a vida daqueles que também partem em direção a Ele.

“Para isto, é necessário que permaneçais fundados e firmes na fé, inabaláveis na esperança do Evangelho que ouvistes, que foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, fui constituído ministro”.  Colossenses 1, 23

Nunca se esqueçam que Deus sempre vai agir com misericórdia pois diz no Salmo 102, 14 “Porque ele sabe de que é que somos feitos, e não se esquece de que somos pó”.

Ricardo Mari