ReclamarNeste sábado (25/05), em nosso Encontro de Oração, falamos de algo que está enraizado no meio de muitas famílias – o Reclamar. Abordamos como tema “Reclamar, clamar e orar”, e a partir dessa analisamos com cuidado essas 3 palavras:

Começando pela palavra RECLAMAR, pudemos ver como ela é usada de forma incorreta e muito confundida com a murmuração. Normalmente as palavras antecedidas pelo silaba RE, adquirem um contexto diferente como:

  • REnovar – tornar novo novamente
  • REviver – viver novamente um momento
  • RElembrar – tornar a lembra de um acontecimento (muito parecida com a anterior)
  • REstaurar – tornar igual ou consertar que era quando foi feito
  • REnomear – dar um novo nome a algo já nomeado

No caso da palavra REclamar, deveríamos usa-la apenas como um verbo transitivo direto que equivale a exigir (o que lhe pertence); pedir ou mandar de maneira veemente; reivindicar. E não como transitivo indireto cujo significado gira em torno da reclamação para pessoas que não precisavam.

Vivemos muitas vezes presos em atitudes de reclamação, onde presenciamos pessoas reclamando de tudo e de todos sem fundamentos:

  • Reclamam do tempo – se está sol reclamam, se está chovendo reclamam
  • Reclamam da temperatura – se está frio ou calor
  • Reclamam da casa – se está limpa – porque deu trabalho para a limpeza, ou se está suja, porque ninguém ajudou.
  • Reclamam da vida – se perdeu algo, se não deu certo o que queria, se está assim ou se está assado.
  • Reclamam pelo simples fato de reclamar – sem direito e sem sentido.

Vivemos numa sociedade que muito se reclama e pouco se clama pela vida das pessoas, ou por algo importante.

A atitude errada de reclamar se manifesta como uma falta de fé, desesperança e desconfiança em Deus. Se configurando como uma atitude de quem não quer lutar pelo que almeja e sim receber sem esforço. Quem clama exercita a fé e a confiança em Deus.

Vejamos este exemplo tirado do livro de Números 14, 26-28: “Até quando sofrerei eu essa assembleia revoltada que murmura contra mim? Ouvi as murmurações que os israelitas proferem contra mim. Dize-lhes: Juro por mim mesmo – diz o Senhor – eu vos tratarei como vos ouvi dizer.” As reclamações eram voltadas contra Deus que já havia realizado inúmeras maravilhas ao povo no deserto.

Trocamos a atitude de clamar por reclamar (não um reclamar que poderia ser um tornar a clamar depois que já se clamou) mas o reclamar pelo simples fato de não ter coragem de gastar um tempo para clamar por algo ou uma mudança

Leia a continuação deste tema em breve.

Você pode ser avisado sempre que uma notícia nova estiver no site curtindo nossa página no facebook

Equipe Mais de Deus