Return_of_the_Prodigal_Son_1667-1670_Murillo-e1423348281457

O Retorno do Filho Pródigo, Rembrandt (1662)

Quando jesus diz: “(estive)… Nu e me vestistes…” (Evangelho de São Mateus 25,36a.); Ele fala de algo grandioso no qual quer que os homens vivam uma comunidade de amor, tal como Deus é amor. Assim, a terceira obra de misericórdia corporal mostra a grandeza de um Deus que está vivo em cada um de nós.

Desde o Ano da Misericórdia instalado pelo Papa Francisco fomos impulsionados a vivermos em atitude constante de misericórdia, afinal “os excluídos continuam a esperar” (Exortação Apostolica Evangelli Gaudium)

Muitas vezes em nossas casas, encontramos um guarda-roupa abarrotado de vestimentas que a muito não são usadas, que a muito perderam o gosto de serem usadas ou que já não servem mais. São Calças, camisas, bermudas, saias, vestidos, blusinhas e tantas outras peças que estão paradas sem serventia, mas que poderiam vestir a inúmeros irmãos carentes e desprovidos de condições.

Ao falar sobre vestir o nu, Jesus pede para que saímos do nosso egoísmo ou da ganancia de ter e ajuntar. São inúmeras as pessoas que estão precisando de uma roupa que para nós não tem serventia alguma, são inúmeras as pessoas que possuem apenas 1 ou no máximo 2 calcas enquanto alguns tem 7, 10 ou mais calças, sapatos e outros tipos de vestimentas.

E quantas vezes estamos na nossa vida cotidiana, vamos na igreja louvamos o Senhor, somos os melhores na missa, tudo é bonito de ver; mas, no entanto, fora dali, após a bênção final, não temos nenhuma atitude de cristão.

E daí acontece que Jesus é interpelado no evangelho com a pergunta que cada um de nós deveríamos fazer: “Quando foi que te vimos … nu e te vestimos?” (evangelho de São Mateus 25, 38)

E o senhor nos responde no mesmo evangelho de São Mateus 25, 40. “Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes”.

Pense nisso toda ajuda e toda prontidão para com o próximo é para Jesus.

Ricardo Mari – Equipe Mais de Deus

Leia também: