man-and-woman-1255336_960_720Em tempos de lutas por direitos e igualdades clamados por algumas mulheres, muitos homens se sentem incomodados ao ponto de pensar que liderar é o mesmo que desvalorizar o outro e as outras, nos mais diferentes âmbitos sociais.

Vivemos num tempo nunca antes visto de competição e necessidade de autoafirmação, bem como de mostrar o seu valor e sua autoridade perante o outro.

E é essa competição entre sexos que está fazendo com que percamos a consciência de que homem e mulher tem suas qualidades próprias e pertinentes a cada um dos sexos; todavia, a autoridade de um homem se valoriza quando ele sabe reconhecer a mulher como sua parceira e por consequência valorizar as diferenças.

Em 1990, a campanha da fraternidade abordava o tema: “Mulher e homem imagem de Deus” e sobre esta campanha Dom Helder Câmara (1909-1999) disse: “Não é o homem superior à mulher, nem a mulher superior ao homem. Mas também não é certo dizer que ambos são iguais em tudo. A realidade é maior e mais bonita: A mulher possui qualidades especificamente femininas que, quando se unem às qualidades especificamente masculinas, permitem conseguir resultados maiores, mais expressivos e mais ricos que os que poderiam se alcançar, quando cada um dos sexos trabalha separadamente”.

Sendo assim, na esfera do lar, quando um homem cristão ama e valoriza sua esposa, ele abre caminho para que ela desenvolva ainda mais suas capacidades dadas por Deus, como:

  • Eximas mães,
  • Educadoras exemplares,
  • Ótimas administradoras do lar,
  • Sensibilidade e perspicácia na lida com os filhos, entre outras.

Deus age em nossas vidas, segundo nossas características e qualidades; bem como, nos lugares onde estamos inseridos. Assim, o maior problema acontece quando um homem não assume sua identidade masculina de líder e chefe da casa, não é questão de se mostrar forte a todo instante, mas sim de ser cristão, de ser humano e de ser parceiro.

Reconhecendo-se como cabeça do lar pois foi o primeiro a ser chamado por Deus, o homem recebe de Deus a seguinte ordem na primeira epistola de São Pedro 3,7:  “Do mesmo modo vós, ó maridos, comportai-vos sabiamente no vosso convívio com as vossas mulheres, pois são de um sexo mais fraco. Porquanto elas são herdeiras, com o mesmo direito que vós outros, da graça que dá a vida. Tratai-as com todo respeito para que nada se oponha às vossas orações.” 

E ainda, define de maneira maravilhosa, confirmando que Homem e mulher constituem: “e os dois não serão senão uma só carne”  (Evangelho de São Lucas 10,8)
“Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.”  (Efésios 5, 28)

Equipe Mais de Deus

Leia também: