Greve-geral-4

conflito dentro do aeroporto Santos Dumont

A greve geral marcada para este dia 28/04, tem por justificativa a luta dos direitos dos trabalhadores conforme informamos a um mês atrás, em postagem do dia 28/03 “Centrais sindicais preparam greve geral para o dia 28 de abril”

 Os protestos dos sindicatos levantam as seguintes bandeira:

  • A Reforma da Previdência,
  • As Mudanças na Legislação Trabalhista e
  • O Projeto de Terceirização.

Independentemente de qualquer coisa, o direito de aderir ou não a greve deve ser respeitado por parte desses órgãos e membros sindicais, sendo assim é inadmissível as atitudes de alguns manifestantes mostradas hoje em redes de televisão como:

  • Manifestante que joga placa de bloquei plástica sobre veículo na cidade de São Paulo,
  • Depredação e incêndio a ônibus na cidade de Belo Horizonte,
  • Pancadaria dentro do aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro,
  • Portas de lojas na cidade de Fortaleza que tiveram as fechaduras soldadas entre outras coisas.

Essas atitudes colocam em dúvida o caráter civil das manifestações que estão em pauta para o dia de hoje (28/04); e, afastam as pessoas de toda a manifestação sindical. Vale lembrar que, diferentemente das manifestações populares que pediam o fim da corrupção, o impeachment da presidente Dilma, o apoio a Operação Lava Jato, entre outras coisas; foram manifestações que ocorreram civilizadamente e por adesão espontânea dos cidadãos, no entanto, estas de hoje acabam por serem pautadas pela obrigação e coação e impedem o direito de ir e vir e de trabalhar.

Equipe Mais de Deus