sexy-918424_640Muitos dos pensamentos feministas vigentes na nossa sociedade atual tem trazidos frutos amargos de mais para os nossos filhos e filhas e por vezes, as mulheres cristãs tem sido iludidas, aceitando desses venenos que acabam por mata a alma da mulher em doses extremamente forte com o ‘radicalismo feminista’ ou de forma  mais amenas quando tentam adaptar pensamentos anticristãos para a realidade católica.

Vamos listar alguns:

  • Direito a separação – não se busca consertar o que esta errado, apenas troca. Veneração ao descartável
  • Direito de fazer o que quiser com o corpo – Não pedi essa criança, vamos tira-la.  Desvalorização do sentido pleno da vida.
  • Direito a igualdade – somos iguais aos homens. (em questão humana isso é uma verdade, mas uma mulher sempre será mulher, como um homem sempre será homem, independente das circunstancias é o belo de cada criação de Deus)
  •  Direito de decidir o destino da vida – se é pra ficar sofrendo, que a vida seja tirada, já viveu bastante! (sobre a Eutanásia)

Entre outras coisas que antes certas, passaram agora a serem humanamente erradas. Então, cabe a cade mulher que queira viver uma vida MAIS DE DEUS em abundancia, estar atenta se os seus pensamentos do mundo moderno estão em comunhão com o que rege a palavra de Deus; bem como, atenta para com os frutos que esses pensamentos produzem.

“Porquanto cada árvore se conhece pelo seu fruto. Não se colhem figos dos espinheiros, nem se apanham uvas dos abrolhos” S. Lucas 6, 44.

A grande revolução que cada mulher é verdadeiramente chamada a fazer é transformadora: “O mundo não precisa de mulheres disputando espaço com os homens, mas sim de mulheres que saibam o seu valor e o seu espaço na sociedade e com isso saibam junto com os homens fazer do nosso mundo um lugar melhor para se viver”

Lembre-se: “Todas as vezes, que damos atenção, para uma pessoa que não dá atenção para Deus, acabamos também nos afastando ainda mais de Deus, e por consequência arriscamos a nossa própria vida”.

Se você não leu, releia: