Corinthianismo-4-altarDe fato, o Sport Clube Corinthians Paulista, através do seu departamento de marketing deu pistas de que está passando dos limites; pra quem se assustou quando surgiu o “todo poderoso Timão” o que se pensou para agora beira ao fanatismo e ao extremismo.

O marketing do Corinthians pensou em transformar o clube em uma religião, tratando o Corinthians como tal. O que não é difícil já que o corintiano é um torcedor diferenciado. Torcer para o Corinthians é algo surreal, algo que extrapola a razão é uma mistura de paixão

Corinthianismo-3-terçoAssim, zombaria da “escola de Samba Gaviões da Fiel (que) ofendeu os cristãos no sambódromo paulistano” é fruto de um marketing inconsequente do próprio Corinthians. Que também pecou ao colocar uma figura humana como cristo crucificado em uma trave de futebol.

Como time do povo o Corinthians já tem o seu lugar no coração de 30 milhões de pessoas dentro e fora do Brasil. O que faz desnecessária uma ação de marketing que misture fé aonde não se deve ter fé e, que muito menos se substitua a quem deve ser adorado e honrado pelo Corinthians e seus jogadores. Desse modo, o Corinthians não precisa:

  • Tratar seus jogadores como Santos,
  • Não precisa acender velas para si mesmo,
  • Não precisa trocar a cruz do terço por um seu escudo estilizado,
  • Não precisa colocar como mandamento que “nada é mais importante do que o jogo do Corinthians”.

Com atitudes assim, ao invés de trazer mais torcedores o time pode estar afastando milhares de outros torcedores e simpatizantes. Se pela atitude estupida da escola Gaviões da Fiel inúmeras pessoas teceram críticas ao Corinthians e chegaram até mesmo a queimar bandeiras do time e alguns até mesmo afirmarem que não mais torcem para o time. A ideia de religiosidade para o Corinthians pode ter consequências ainda mais grave.

Assista o vídeo do lançamento da Campanha “Corinthianismo” que desconstrói passagens do Cristianismo:

O Corinthians é muito importante para milhares de pessoas, todavia para uma boa parte desses milhares ele (o time) não está acima de Deus e nem é uma religião.

Equipe Mais de Deus.

Leia Também: