Sim, isso é uma grande verdade.

As pessoas conhecem que os santos brasileiros são Madre Paulina e Santo Antônio de Santana Galvão (Frei Galvão), as vezes se lembram do Padre Anchieta e no nordeste muito se fala em Pe Cicero (que não foi canonizado). A lista de Santos Brasileiros é formada por 36 pessoas já santificadas pela Igreja:

  • Santo André de Soveral – natural de São Vicente, viveu de 1572 à 1645 Cunhal. Beatificados no ao 2000 e canonizados em 15/10/2017. Sua festa litúrgica se dá todo dia 03 de outubro.

 

  • Santo Ambrósio Francisco Ferro – Nascido em Portugal, o padre Ambrósio foi chamado “protomártires do Brasil”. Foi beatificado no ao 2000 e canonizado em 15/10/2017. Sua festa litúrgica se dá todo dia 03 de outubro.

 

  • Os 28 companheiros (Mártires de Cunhaú e Uruaçu) – Também chamados de Protomártires do Brasil, título dado pela Igreja Católica aos trinta católicos martirizados, no interior do Rio Grande do Norte. Foram beatificados no ano 2000 e canonizados em 15/10/2017. Sua festa litúrgica se dá todo dia 03 de outubro.

 

  • Santo Antônio de Sant’Ana Galvão(nascido no Brasil) – Antônio de Sant’Anna Galvão nasceu em 1739 na freguesia de Santo Antônio de Guaratinguetá, na capitania de São Paulo. É reconhecido por distribuir as pílulas de Frei Galvão até os dias de hoje.  Antônio de Santana Galvão foi beatificado em 08 de abril de 1997, canonizado em 11 de maio de 2007. Sua festa litúrgica foi dedicada em 25 de outubro.

 

  • São José de AnchietaSJ, nascido em San Cristóbal de La Laguna Ilhas Canárias – Espanha em 19 de março de 1534, faleceu em Iriritiba em 9 de junho de 1597) foi um padre jesuíta espanhol, e um dos fundadores das cidades brasileiras de São Paulo e do Rio de Janeiro. Foi beatificado e, 22 de junho de 1980, pelo Papa João Paulo II e a sua canonização se deu no dia 3 de abril de 2014, quando o Papa Francisco. É o padroeiro dos catequistas e em abril de 2015, foi declarado copadroeiro do Brasil. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 9 de junho

 

  • Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, nascida na Itália em 1865, é considerada a primeira Santa do Brasil. Chegou ao pais com 10 anos, fez os votos em 1895, aos 30 anos quando deus início à Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição. Sua beatificação se deu em 18 de outubro de 1991 pelo Papa João Paulo II quando da sua visita a Florianópolis.  E sua canonização aconteceu em 19 de maio de 2002 pelo mesmo Papa, quando recebe oficialmente o nome de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus. Paulina, mesmo não sendo brasileira é considerada a primeira santa do Brasil. Tendo um santuário erigido em Nova Trento sob os cuidados da sua congregação. Sua data litúrgica se celebra no dia 9 de julho

 

  • São Roque Gonzáles, SJ, natural de Assunção – Paraguai, nasceu em 16 de agosto de 1576 e faleceu em 15 de novembro de 1628 na cidade gaúcha de Caibaté. Foi um religioso que entrou na história do Brasil meridional ao disseminar a religião cristã entre os povos originais das terras do oeste do Rio Grande do Sul. Foi beatificado em 28 de janeiro de 1934 pelo Papa Pio XI e canonizado em 16 de maio de 1988 pelo Papa João Paulo II. A data de sua festa litúrgica é dia 19 de novembro.

 

  • Santo Afonso Rodrigues, nasceu em 10 de março de 1598, em Zamora – Espanha, sacerdote jesuíta, foi considerado mártir que morreu junto com seus amigos em Caaró/RS em 1628. Como seus amigos, também foi beatificado pelo Papa Pio XI, em 28 de janeiro de 1934, sendo canonizado pelo papa João Paulo II em 16 de maio de 1988. Por conta de sua canonização e fé em sua intercessão, foi erguido um santuário em honra aos jesuítas mártires no município de Caibaté. Desde então sempre no terceiro domingo de novembro é realizada uma grande romaria, que reúne devotos e pessoas gratas a Deus que se dirigem a cidade afim de, pagar promessas e agradecer por graças recebidas. A festa litúrgica de Santo Afonso também se dá no dia 19 de novembro.

 

  • São João de Castilho, foi um sacerdote jesuíta, nascido em Nasceu em 14 de setembro de 1595, em Belmonte, Espanha, foi martirizado por ordem do cacique Nheçu em 17 de novembro de 1628, o mesmo destino que tiveram os padres Roque Gonzales de Santa Cruz e Afonso Rodrigues e o cacique Adauto. A sua beatificação se deu em 1934, e foi canonizado pelo Papa João Paulo II em 1988, junto com os outros mártires, exceto o cacique Adauto. O seu santuário localiza-se na cidade de Caibaté, no Rio Grande do Sul. Sua festa litúrgica é no dia 19 de novembro.

Assim, somos chamados a invocar a intercessão dessas pessoas onde a igreja em sua sabedoria e distinto magistrado encontrou traços de santidade. E onde encontramos neles 3 distintos significados a devoção:

  • Dar glória a Deus, de quem os Santos são obras primas de sua graça e são santos pela suprema graça de Deus,
  • Suplicar a eles a sua intercessão por nós e pela igreja,
  • Imita-los como modelos de vida, já que em vida amaram e serviram a Deus de forma mais completa e perfeita.

Em outubro a nossa lista aumentará, subira para 37 da lista de brasileiros e/ou pessoas que atuaram com amor em território nacional com a inclusão do anjo bom da Bahia, Irmã Dulce:

  • Santa Dulce dos Pobres, religiosa baiana, nascida em nasceu em Salvador no dia 26 de maio de 1914 — e faleceu também em Salvador em 13 de março de 1992, A vida da santa baiana foi marcada por obras e atitudes de caridade, bem como assistência para com quem mais precisava, sua dedicação para com os mais necessitados lhe renderam o adjetivo de “o anjo bom da Bahia”. Sua festa litúrgica se dará em 13 de março de cada ano.

Saiba mais sobre a história de Irmã Dulce acessando: Papa Francisco decreta, e Beata Irmã Dulce, será proclamada Santa”. Outras notícias com dados sobre a sua festa de canonização estão relatadas sob o título de “Canonização de Irmã Dulce será em 13 de outubro”.

Equipe Mais de Deus

Leia também: