O nível de desemprego no Brasil não está acelerado e no fechamento do de um novo trimestre teve uma quase imperceptível queda. Separamos 3 números para análise e apontarmos como anda esse desempenho:

  • Maio – junho 2018 = 12,7%
  • Dezembro – fevereiro = 12,4%
  • Maio – junho 2019 = 12,3%

O índice que mostra uma ligeira e quase imperceptível melhora segunda dados do IBGE, ainda reflete o gigantesco número de 13 milhões de brasileiros em situação de emprego fora do mercado de trabalho.

Os números não foram melhores porque em maio foram criadas apenas 32,1 mil vagas com carteira assinada, configurando se o pior resultado desde 2016. Outros números divulgados referentes aos trabalhadores brasileiros e que surpreendem são:

  • População subutilizada que beira a casa dos 28,5 milhões de brasileiros
  • População empregada no setor privado é de 33,2 milhões de pessoas com carteira assinada, enquanto que;
  • População empregada no setor privado sem carteira é de 11,4 milhões de pessoas
  • Trabalhadores que atuam por conta própria subiu para 24 milhões de pessoas

Espera-se que as novas medidas propostas pelo governo referente a previdência, sejam aprovadas e surtam os efeitos esperados de melhora no nível de emprego e por consequência menos brasileiros sem ocupação.

Equipe Mais de Deus