Filipinas-atentado-2

Interior da catedral atingida pelas bombas

As Filipinas são o maior país católico da Ásia, no entanto possui alguns redutos muçulmanos como é o caso da ilha de Jolo, região ao sul do pais.

Na manhã deste domingo (27/01), duas bombas explodiram durante a celebração de uma missa na catedral de Nossa Senhora do Monte Carmelo. Uma bomba explodiu na entrada da catedral e a outra no estacionamento em frete.

Filipinas-atentado-3Segundo pronunciamento do Arcebispo de Cotabato: “tudo ocorreu durante a Santa Missa. A primeira bomba explodiu enquanto os fiéis cantavam o Aleluia e a segunda enquanto as autoridades respondiam ao fogo”

Segundo relatos do Pe. Saniel (administrador apostólico de Jolo) o ataque é um atentado anticristão e as vítimas foram mortas por sua fé.

A região de Jolo é uma região conflituoso e nos últimos 50 anos cerca de 150mil pessoas perderam suas vidas por conta de tentativa de separação da região. Nessa penúltima semana de janeiro um referendo estabeleceu a criação de uma província autônoma na região de Sulu onde Jolo está localizada, no entanto, os moradores de jolo votaram contrário.

Até agora o número de mortos está em 27 pessoas e o de feridos 77. Que também nós católicos oremos por esses irmãos e sejamos diferentes no modo de tratar as nossas diferenças.

Sejamos Mais de Deus e perguntemos sempre: “No meu lugar o que faria Jesus?”

Em 2015, o papa Francisco visitou as Filipinas e durante a Santa Missa realizada na capita Manila, participaram da celebração cerca de 6 milhões de pessoas, um dos maiores públicos de um evento campal do pais e da historia das missas Católicas. Para se ter uma ideia é como se toda a população da cidade do Rio de Janeiro resolvesse ir na missa num mesmo  dia, local e hora.

Equipe Mais de Deus