Não é só o brasil que está passando dificuldades com as queimadas na floresta amazônica. Bolívia e Peru também enfrentam dificuldades com o fogo que ameaça suas áreas territoriais.

Para se ter uma ideia na Bolívia, o fogo ameaça a Floresta Amazônica no departamento de Santa Cruz de La Sierra, colocando em risco cera de 70% do territorial da província de mesmo nome. As autoridades acreditam que cerca de 500mil hectares de mata já foram queimadas no território boliviano.

A gravidade do problema fez com que o governo contratasse o serviço do maior aparelho capaz de transportar líquidos do mundo para amenizar o problema, o Boing 747 super tanquer, com capacidade de 70 mil litros de gel, agua ou espuma. O avião vai trabalhar nos próximos dias intensivamente como arma principal contra o fogo.

Outro pais que também está enfrentando problemas é o Peru, que no começo desta semana já registrou focos de incêndio acima do normal para a época. Na quarta feira era possível sentir uma camada fina de fumaça no ar, o que causa uma sensação desconfortante.

As maiores ameaças exteriores ao território Peruano estão nos incêndios já em desenvolvimentos nos Estados Brasileiros do Acre e Amazonas; além, dos Estados bolivianos de Pando e La Paz.

Na última quinta-feira (22/08) o presidente da Colômbia, Ivan Duque ofereceu ajuda a Brasil e Bolívia para combater os incêndios florestais.

Equipe Mais de Deus

Leia também: