O Brasil encerrou a sua participação no Mundial Paraolímpico de Dubai, com uma inédita segunda colocação, esse feito da delegação Brasileira consolida a crescente brasileira nessa modalidade.

Para se ter uma ideia do desenvolvimento do Brasil, vemos que em 6 edições dos jogos Parapan-Americanos, o nosso pais ficou em primeiro lugar nas ultimas 4 competições. Já quanto aos mundiais nas últimas edições a participação verde amarela foi a seguinte:

  • Em 2013 o Brasil ficou em terceiro e
  • Em 2017 ficou em nono lugar.

Os brasileiros subiram 39 vezes no pódio, e em 14 vezes o nosso hino foi ouvido no patamar mais alto dos medalhistas.

Mundial de Dubai

O Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico foi de 7 a 15 de novembro reunindo cerca de 1.400 atletas de 120 países competindo em 172 provas na nona edição do evento.

O Brasil levou 43 competidores, a maior delegação nacional em um Mundial da modalidade, para as disputas no Dubai Club for People of Determination. Confira abaixo o quadro de medalhas:

Colocação PAIS OURO PRATA BRONZE TOTAL
01 China 25 23 11 59
02 Brasil 14 9 16 39
03 Reino Unido 13 9 6 28
04 Estados Unidos 12 10 12 34
05 Ucrânia 11 08 8 27
06 Rússia 10 16 15 41
           

Os participantes Brasileiros

Todas as regiões do país foram representadas neste Mundial de Atletismo Paralímpico, com os participantes divididos da seguinte maneira:

  • O Sudeste com 19 participantes.
  • O Nordeste com 09 competidores,
  • Norte, com 08,
  • O Centro-Oeste 04 e
  • O Sul 03 atletas.

De todos os 43 competidores de nosso pais, 29 eram homens e 14 mulheres, destes um terço deles tinha até 23 anos. Por deficiência, a equipe foi composta por 26 pessoas com limitações físicas, dezesseis deficientes visuais e um deficiente intelectual. Doze atletas-guia estiveram à disposição em Dubai.

Equipe Mais de Deus