Calor-na-europa-1Já são 5 dias em que a “Onda de calor na Europa é recorde e preocupa autoridades”, no velho mundo, com temperaturas recordes na maioria dos países. Na França, os termômetros alcançaram a incrível marca de 45,8 graus célsius, superando os 44,1 do ano de 2003, quando na época mataram mais de  30 mil pessoas na Europa. Nesta ano a alta temperatura tem proporcionado sensação térmica acima de 50 graus célsius.

A Espanha é outro pais do centro da Europa que sofre com o forte calor, com as altas temperaturas e com os incêndios que assustam a população e já destruíram quase 10 mil hectares de mata e que a quase uma semana mobilizam cerca de 400 pessoas no combate aos focos.

As consequências do calorão europeu foram as primeiras mortes:

  • Espanha: 2 mortes – um idoso de 93 anos e um jovem de 17 com insolação
  • França: 4 mortos – todos por afogamento
  • Itália: 1 morte – um senhor de 72 anos, também por insolação.

Muitos davam por conta que o calor tivesse fim na sexta-feira (28/06/19), mas agora, já se falam em próximos dias.

As autoridades pedem para que as pessoas não fiquem no sol, que se hidratem com muita água e se precisarem sair procurem lugares com sombra. E que ao buscarem lugares para se refrescar não o façam em rios ou lagos que não conheçam ou que o perigo de afogamento seja alto.

Leia também: