A cura da AIDS está mais próxima, cientistas da Universidade da Carolina do Norte e da Emory, descobriram uma maneira de expulsar o vírus das células, permitindo que o mesmo não possa mais “se esconder” como acontece até então.

Os estudos que foram divulgados na revista cientificam NATURE, ainda carece de mais pesquisas já que os testes, bem-sucedidos, foram realizados em camundongos e macacos, precisando agora de confirmações para que possam ser realizados em humanos.

Atualmente a terapia antirretroviral que é usada não elimina o vírus do corpo, o que ela faz e colocar o vírus em níveis indetectáveis no sangue; porém, se a terapia antirretroviral é interrompida a carga viral aumenta no sangue.

O experimento

A técnica usada foi a de retirar o HIV do seu esconderijo para depois mata-los. A tentativa mostrou-se um sucesso, o que trouxe uma grande alegria entre os pesquisadores com o sucesso alcançado e possibilidade de iniciar um tratamento em humanos.

Para isso foram usados camundongos infectados com o vírus HIV e macacos, infectados com o SIV (que é um vírus da imunodeficiência símia).

Equipe Mais de Deus