beata_faustina_kowalska

Santa Faustina Kowalska

A festa da Divina Misericórdia, é uma festa recente e faz parte do calendário litúrgico da Igreja desde o dia 30 de abril do ano 2000. Data em que o então Papa João Paulo II, elevou as honras do altar Santa Faustina Kowalska.

Assim, também tornou festivo o Segundo Domingo da Pascoa em toda a Igreja, como o Domingo da Misericórdia.

Por ocasião da Festa da Divina Misericórdia e em preparação a mesma Jesus solicitou a Santa Faustina que houvesse uma preparação rezando a Novena à Divina Misericórdia e o Terço por nove grupos diferentes de almas ao longo dos dias que o antecedem. Jesus pediu a Santa Faustina que a Novena à Divina Misericórdia tivesse o seu início na sexta-feira Santa afim de que, se finalize no segundo domingo após a Páscoa.

Por se tratar de ambas datas de Misericórdia, a estreita ligação entre o Domingo Pascal e o Domingo da Divina Misericórdia. Assim, Jesus manifestou a Faustina que essa data seja um dia de refúgio e abrigo para todos: “Desejo que, durante estes nove dias, conduzas as almas à fonte da Minha misericórdia, a fim de que recebam força, alívio e todas as graças de que necessitam nas dificuldades da vida e, especialmente na hora da morte.”…. “Por minha parte, nada negarei a nenhuma daquelas almas que tu conduzirás à fonte da minha Misericórdia. Cada dia pedirás a meu Pai, pela minha amarga Paixão, graças para essas almas.” (Diário, 1209).

As 9 intenções de Jesus:

Para a Novena à sua Divina Misericórdia, Jesus indicou 9 intenções:

  • 1º Dia: “Traze-Me a humanidade inteira, especialmente todos os pecadores”;
  • 2º Dia: “Traze-me as almas dos sacerdotes e religiosos”;
  • 3º Dia: “Traze-me as almas piedosas e fiéis”;
  • 4º Dia: “Traze-Me os pagãos e aqueles que ainda não Me conhecem e nos quais pensei na Minha amarga Paixão”;
  • 5º Dia: “Traze-me as almas dos cristãos separados da unidade da Igreja” (heréticos e cismáticos);
  • 6º Dia: “Traze-me as almas mansas e humildes (mais semelhantes ao Coração de Jesus), assim como as almas das criancinhas”;
  • 7º Dia: “Traze-me as almas que veneram e glorificam de maneira especial a Minha misericórdia”;
  • 8º Dia: “Traze-me as almas que se encontram na prisão do purgatório”; e no
  • 9º Dia: “Traze-me as almas tíbias” (pouco fervor espiritual e empenho cristão).

Jesus prometeu conduzir ao céu todas as almas apresentadas na Novena à Divina Misericórdia. Conforme Suas indicações, em cada um dos dias da Novena pedimos a Deus Pai pela amarga Paixão de Jesus graças para 9 grupos diferentes de pessoas.

Quando rezar a novena:

Jesus pediu que a novena tenha início na sexta-feira Santa, em preparação à Festa da Divina Misericórdia, porem nada impede que possa ser rezada em outras oportunidades. Você pode também, rezar a novena em sua casa, num grupo de amigos ou em sua comunidade

Sendo assim, estaremos rezando a novena por 9 Sábados dentro dos Encontros de Oração do Mais de Deus, aberto a todos que queiram rezar conosco.

A Igreja reconhece, contudo, que as promessas nela contidas têm uma dimensão universal, ou seja, superam a experiência vivida por esta Santa e se estendem a todas as pessoas que desejam viver essa devoção.

O que deve ser prezado numa novena é a atitude dos apóstolos descrita em Atos 1, 14: “Todos eles perseveravam unanimemente na oração, juntamente com as mulheres, entre elas Maria mãe de Jesus, e os irmãos dele.”

Para rezar a novena acesse o link abaixo:

Novena da Divina Misericórdia

Referencias:

  • Fotos: youtube, pixabay
  • Livros: Diário de Santa Faustina