15 Conselhos Bíblicos que farão a diferença em sua vida (Série)

 Nos últimos 5 anos temos visto em várias oportunidades pessoas dizerem a celebre frase: “Gentileza gera gentileza!”; até parece uma necessidade de recriar algo esquecido na pratica diária.

Mas você sabe definir o que é gentileza? Sabe definir o que é cortesia? Vamos então separar as duas palavras e analisa-las:

  • Gentileza: a definição de gentileza é prontidão para auxiliar, uma ação nobre, distinta ou amável.
  • Cortesia: define-se como um comportamento educado e amável onde há boa consideração ao interagir com os outros.

Após essa análise rápida é possível verificar então que: Tanto a gentileza como a cortesia estão um pouco fora de moda no nosso dia a dia. O mundo em que vivemos precisa de pessoas boas que façam a diferença e não seja indiferente as pessoas que estão ao nosso lado. Como pode uma pessoa se dizer cristão e não saber que existem palavras como:

  • Com licença,
  • Por favor,
  • Obrigado,
  • Me desculpe.

Ou ainda, simples termos de cumprimento estão em uso com quem conhecemos, mas em desuso com as demais pessoas

  • Bom dia,
  • Boa tarde,
  • Boa noite

E quando são termos de saudação típicos de cristãos como:

  • A paz do Senhor
  • A paz de Jesus
  • Amém.

Sendo que as vezes, acontece de encontrarmos um irmão num círculo de amigos saudamos o irmão com a paz e ignoramos os demais.

Atitudes, gentis estão em desuso com a desculpa da minha necessidade de tempo e a correria do dia a dia como:

  • Dar vez no trânsito,
  • Ajudar um irmão a empurrar o carro na própria rua,
  • Pegar algo que cai de uma pessoa,
  • Dar a vez na fila,
  • Ceder o lugar num ônibus a alguém mais velho.

O apóstolo Pedro define muito bem como devemos agir e qual é a vontade de Deus em 1 Pedro 3, 8-9: “Finalmente, tende todos um só coração e uma só alma, sentimentos de amor fraterno, de misericórdia, de humildade. Não pagueis mal com o mal, nem injuria com injúria. Ao contrario abençoai, pois para isto fostes chamados, para que sejais herdeiros da bênção.”

Ricardo Mari e equipe Mais de Deus

Veja também: