Corpus ChristiCorpus Christi

A solenidade de Corpus Christi (nome em latim) é uma festa Católica, sendo em alguns lugares chamada também de Festa do Corpo de Cristo, ou Festa de Corpus Christi. É celebrada em todas as dioceses católicas, e também em algumas igrejas protestantes como a Anglicana e Luterana. Sua celebração consiste na manifestação publica da fé, na presença real de Jesus na hóstia consagrada. Assim, são realizadas procissões fora das igrejas, salvo quando a igreja encontra impossibilitada para realizar tal comemoração.

 A Origem

A festa foi instituída em 11 de agosto de 1264, por decreto do Papa Urbano IV, através da Bula Papal “Transiturus de hoc mundo”.  A proclamação da festa do corpo de Cristo, alem da “Quinta-feira Santa”, dia no qual Jesus instituiu a eucaristia, aconteceu graças ao Milagre Eucarístico de Bolsena.

O milagre de Bolsena ou Orvieto se deu em 1263, quando no momento da consagração na Tumba de Santa Cristina, as pessoas reunidas viram o sangue escorrer e banhar os paramentos litúrgicos.

Ao saber do ocorrido, o Papa Urbano solicitou que as relíquias fossem trazidas de Bolsena para Orvieto. Assim, no dia 19 de julho de 1264, o Papa, alguns cardeais e uma grande quantidade de pessoas, realizaram uma procissão solene pelas ruas da cidade, o que se configurou como a primeira procissão de Corpus Christi da história.

Procissão de Corpus Christi - Carl Emil Doepler Pintor e ilustrador alemão (1824-1905)

“Procissão de Corpus Christi” – Carl Emil Doepler Pintor e ilustrador alemão (1824-1905)

Com a morte do Papa Urbano IV, em 02 de outubro de 1264, cerca de 2 meses após a instituição da Solenidade de Corpus Christi, a feste não adquiriu muita repercussão e acabou por ser comemorada em poucos lugares na Europa. No entanto, na Diocese de Colônia (Alemanha) a festa encontrou aceitação e é celebrada desde 1270. Sendo propagada posteriormente para a França e depois Itália.

A comemoração

A solenidade do Corpo de Cristo acontece sempre na quinta-feira posterior ao domingo da Santíssima Trindade e sua existência se fundamenta na manifestação pública de veneração e adoração ao Sacramento da Eucaristia. Visto que a igreja considera como “real a presença de Jesus Cristo na hóstia consagrada”.

No Brasil

A festa foi inserida no Brasil pelos portugueses açorianos, nos primeiros anos da colonização, com as procissões e os tapetes ornamentais alusivos à “Entrada Triunfal de Jesus em Jerusalém”, do mesmo modo que relatado no Evangelho de São Mateus 21, 7-11: “Trouxeram a jumenta e o jumentinho, cobriram-nos com seus mantos e fizeram-no montar. 8.Então a multidão estendia os mantos pelo caminho, cortava ramos de árvores e espalhava-os pela estrada. 9.E toda aquela multidão, que o precedia e que o seguia, clamava: Hosana ao filho de Davi! Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus! 10.Quando ele entrou em Jerusalém, alvoroçou-se toda a cidade, perguntando: Quem é este? 11.A multidão respondia: É Jesus, o profeta de Nazaré da Galiléia.” 

Corpus-Christi-2A festa não está reclusa apenas no dia de Corpus Christi, mas sim nos preparativos que tem início no dia anterior, onde inúmeras pessoas passam horas e horas confeccionando os tapetes a serem usados na solenidade.

Ao invés de roupas, são ornamentados desenhos pelas ruas, onde são criadas imagens sacras e desenhos alusivos ao tema, com os mais diversos materiais: serragens coloridas, farinha, tampinhas de garrafas, sal, areia, borra de café, tecidos, folhas, flores e tintas.

Todo esse trabalho que envolve leigos e religiosos, tem um único objetivo: “Servir para a passagem do Corpo do Senhor em procissão, seguida depois pelos fiéis”.

Leia também:

Referencias

  • Sites: soumaisdedeus.com.br
  • Livros: Bíblia Católica Ave Maria, Catolicismo para Leigos,
  • Fotos: artbible, pixabay