Ficar em casa parece ser até agora, a melhor solução para interromper o ciclo de contaminações do coronavirus e é sem dúvida alguma o pedido mais disseminado nas emissoras de TV e meios de comunicação no brasil afora

Dias atrás fizemos um reflexão sobre ”Porque para o brasileiro é tão difícil ficar em casa?(que pode ser acessado). Todavia, analisamos agora o quanto é fácil ficar em casa para quem tem uma situação financeira estável e ou ainda, tendo uma boa situação não vive em casas apertadas, cheia de pessoas.

As comunidades carentes do Brasil afora só não serão as mais afetadas por conta da bondade de cristãos e de pessoas de inspiração cristã que estão se mobilizando para que alimentos cheguem até essas comunidades.

Mais do que nunca se faz necessário que a solidariedade e caridade cristã esteja na nossa postura diária, de modo que quem tem um pouco mais possa compartilhar com aqueles que pouco ou nada têm.

Ajudemos com palavras e principalmente com atos, os nossos amigos, parentes, conhecidos e principalmente aos desconhecidos; de modo que “tudo o que fizerdes, fazei-o de bom coração, como para o Senhor e não para os homens,” (Colossenses 3, 23) “porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era pere­grino e me acolhestes; nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim”.
(Evangelho de São Mateus 25, 35-36). E certamente teremos a graça de ouvir do próprio Senhor a alegria por poder nos dizer que “todas as vezes que fizestes isso a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.” (Evangelho de São Mateus 25, 40) 

Os mais pobres precisam de ajuda, e precisam de nossa colaboração, “os dias são maus” (Carta de São Paulo aos Efésios 5, 16b); assim, não é tempo de exageros e muito menos de extravagâncias, mas sim de caridade, onde não devemos agir como “imprudentes, mas procurai (ando) compreender qual seja a vontade de Deus.” (Efésios, 5, 17)

E sem dúvida alguma uma das vontades de Deus é que “amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo o que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.” (I São João 4, 7b)

E principalmente que “não amemos com palavras nem com a língua, mas por atos e em verdade.” (I São João 3b)

Equipe Mais de Deus

Leia também: