portrait-915230_640Muitas vezes diante das dificuldades da vida e dos temores do mundo nos encontramos acuados, sendo oprimidos pela falta de oportunidade. Desemprego, dificuldades financeiras, problemas sociais e de relacionamentos familiares, problemas na casa entra tantas outras coisas.

Em muitas vezes, temos ainda a impressão de que tudo concorre contra nós, e não conseguimos ver um futuro promissor. Se abrimos o jornal tem problema, se ligamos a TV tem problemas, se conversamos com as pessoas em grande parte tem problemas.

Vivemos tempos difíceis, não temos guerra declarada no Brasil, mas, no entanto, vivemos um tempo de insegurança muito grande.

Esse ataque de todo o lado me fez lembrar da história de quando o rei Senaquerib queria invadir Jerusalém, após ter dominado Judá.

Ezequias reuniu o exercido, fortificou a cidade e disse em nome de Deus a seguinte frase aos seus comandados:  “Sede valentes, disse-lhes ele; cobrai coragem, nenhum temor ou pavor diante do rei da Assíria e toda essa multidão que ele arrasta após si. Há mais conosco do que com ele. Com ele, um braço de carne; conosco, o Senhor, nosso Deus, para nos auxiliar e combater conosco. A estas palavras de Ezequias, rei de Judá, o povo recobrou confiança.”  (2Cronicas 32, 7-8)

Se olharmos o mundo de modo semelhante ao rei da Assíria, as palavras “Há mais conosco do que com ele” (o mundo) …  Conosco o Senhor, nosso Deus, “ mostra o quanto temos tudo para levantar a cabeça e não nos atemorizarmos diante das dificuldades.

Davi nos ensina a confiar em Deus

A essas palavras, vemos que Deus pode combater ao nosso lado se a Ele confiarmos nossas vidas, Davi expressou isso no Salmo 36, 3-7: “Espera no Senhor e faze o bem; habitarás a terra em plena segurança. Põe tuas delícias no Senhor, e os desejos do teu coração ele atenderá. Confia ao Senhor a tua sorte, espera nele, e ele agirá. Como a luz, fará brilhar a tua justiça; e como o sol do meio-dia, o teu direito. Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele. Não invejes o que prospera em suas empresas, e leva a bom termo seus maus desígnios.” 

Ao assumir a condição humana, Jesus, mesmo sendo Deus, mostrou nos que é possível vencer.

Jesus orando no jardim do Getesemani 1465 Giovanni Bellini

“Jesus orando no jardim do Getsemani” (1465) Giovanni Bellini

Sendo assim Jesus é ‘composto duma alma racional e dum corpo, consubstancial ao Pai pela sua divindade, consubstancial a nós pela sua humanidade, «semelhante a nós em tudo, menos no pecado’ (CIC 467); além de romper os grilhões da morte (sendo humano) “ele tomou sobre si nossas enfermidades” (Isaias 53, 4b) mostrando uma força sobre-humana que era alimentada com uma vida diária de oração.

O segredo de Jesus era que enquanto homem estava igualmente a nos, o verbo encarnado, ele não estava dominado e muito menos se sujeitava aos apetites da carne. Por isso ele orava, para se fortalecer no Pai. E o Pai nunca o abandonou!

“No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.”  (Evangelho de São João 16, 33b)

Ricardo Mari e Equipe Mais de Deus

Referências:

  • Fotos: Pixabay e Artebible
  • Livros: Bíblia Católica, Catecismo da Igreja Católica