O Arcebispo Carlo Maria Viganò, em uma entrevista à LifeSite na segunda quinzena de dezembro de 2020 disse assim: “Na minha opinião”, escreve Viganò, “o que estamos testemunhando representa o ensaio geral para o estabelecimento do reino do Anticristo, que será precedido pela pregação do Falso Profeta, o Precursor daquele que executará a perseguição final contra a Igreja antes da vitória definitiva e esmagadora de Nosso Senhor.

E ainda foi enérgico ao afirmar que ‘Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo. ‘”, segundo a profecia de Nossa Senhora de La Salette, no século XIX, deixando claro que existem pessoas interessadas em destruir a Igreja de Cristo

Criticou o presépio que foi colocado em 2020, na praça de São Pedro, dando a entender que o mesmo era um ato de sacrilégio e ocultismo, totalmente alheio ao que de fato deveria ser um presépio.

O arcebispo ainda disse que: “devemos unir nossa fé sobrenatural na ação constante de Deus no meio de Seu povo com uma obra de resistência, como aconselham os Padres da Igreja: Os católicos têm o dever de se opor à infidelidade de seus Pastores, porque o a obediência que eles devem a eles visa a glória de Deus e a salvação das almas. Por isso, denunciamos tudo o que representa uma traição à missão dos Pastores, implorando ao Senhor que abrevie estes tempos de provação”

E disse ainda, que diante da crise de fé por que passa a Santa Igreja, espera que muitos católicos mornos abram seus olhos, “por que onde Cristo, o Rei, não reina, a tirania de Satanás é inevitavelmente estabelecida; onde a graça não reina, o pecado e o vício se espalham; onde a verdade não é amada, as pessoas acabam abraçando o erro e a heresia. ” Talvez, ele espera, essa crise faça com que muitas pessoas que têm dificuldade em adorar a Deus percebam “talvez agora possam entender que sem Deus nossa vida se torna um inferno”.

CLIQUE AGORA E ACESSE NOSSA LOJA

Equipe Mais de Deus

Fonte: life site News (parte da entrevista do ex-núncio apostólico do Vaticano nos Estados Unidos da América de 19 de outubro de 2011 a 12 de abril de 2016)

Leia também: