Fazer a diferença, conquistar uma vida digna, viver uma vida abençoada é o sonho de toda mulher. A vitória sem dúvida alguma faz parte dos nossos sonhos e projetos que renovamos todos os anos no final de um ciclo e início de outro.

No entanto, as vezes nos vemos impotentes e não sabemos como viver essa diferença e o sucesso que tantas mulheres pregam. Diante disso, nosso site questionou todas as pessoas que nos seguem com uma pergunta intrigante:

Você vai repetir 2019 ou vai escrever uma nova história em 2020?

Nesse desafio fomos atrás de algumas mulheres que ao longo dos séculos, não só fizeram a diferença como com suas atitudes tiveram seus nomes marcados na história e ainda hoje influenciam muitas mulheres no mundo.

Abigail – Uma das esposas de Davi, foi mulher de Nabal, um homem egoísta e mal. Ela impediu um derramamento de sangue ao decididamente interceder pela paz junto a Davi, quando seu ex-esposo se negou a ajudar Davi, mesmo tendo usufruído da ajuda do Rei

Bete-Seba – tornou se umas das esposas de Davi e foi mãe de Salomão, um dos reis mais sábios de Israel. (I Crô.3:5). Foi juntamente com o profeta Natã responsável por convencer Davi a instalar Salomão como rei (I Reis 1:5-40). Sua atitude permitiu que seu nome fosse mencionado na genealogia de Jesus Cristo, em Mateus 1:6.

Jeoseba – filha do rei Jorão, tia de Joás e esposa do sacerdote Joiada, era uma mulher temente a Deus.

Quando soube que a rainha Atália, ameaçava matar todos que poderiam herdar o seu reinado. Esta não se intimidou e escondeu o Joas que era de linhagem real juntamente com sua ama dentro do templo, mantendo o menino por cerca de 6 anos até que o mesmo viera a ser declarado rei (2 reis 11, 1-3)

Rute – mulher forte e decidida rompeu com as suas tradições e com os costumes de seu povo, e abraçou a fé no Deus de sua sogra Noemi. Ainda que sua atitude implicasse em renunciar sua nacionalidade e tornar-se judia; Rute era totalmente grata a sua sogra por haver lhe apresentado o Deus Altíssimo

Sua lealdade com a sogra Noemi foi extraordinária a ponto de dizer: “Não insistas comigo – respondeu Rute – para que eu te dei­xe e me vá longe de ti. Aonde fores, eu irei; onde habitares, eu habitarei. O teu povo é meu povo e o teu Deus, meu Deus.” (Rute 1, 16)

Miriã – Irmã de Moises, foi ela quem pôs o bebé Moisés numa cesta revestida de betume e a colocou no Rio Nilo, e foi ela quem ficou por perto vigiando o destino do seu irmão.

Era temente a Deus e tinha por prazer cantar e tocar tamborins em honra a Deus. Suas ações agradaram a Deus.

A rainha Ester – Livrou Israel da extinção tramada pelo perverso Hamã (Ester 4-8). Ela foi capaz de arriscar sua própria vida em prol de todo um povo. Enfrentou os inimigos de sua gente com bravura, sabedoria e inteligência.

Não poderia terminar essa pequena lista sem citar a mãe de jesus.

Maria – mulher corajosa confiou piamente em Deus, a ponto de colocar sua vida em risco para obedecer a Deus e ser mãe do salvador, quando estava prometida a José.

Não teve mede de se colocar à disposição de Deus para que a vontade do Altíssimo se realizasse em sua vida. “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra”
(Evangelho de São Lucas 1, 38) 

É lembrada por sua obediência a Deus, e exaltada pelo próprio Deus através das gerações.  

Atentas a grandeza dessas mulheres possamos olhar para o futuro e perceber que quando nos dispomos a servir a Deus e a Ele obedecer, damos o primeiro passo para sermos bem-sucedidas naquilo que empreendemos.

Aprendemos também com essas mulheres citadas que ambas eram determinadas e corajosas, dispostas a realizar aquilo que Deus a inspirou e as chamou. Não deixaram de enfrentar problemas, todavia com a força do altíssimo se destacaram porque acreditaram.

É hora de fazermos bem e fazermos melhor tudo aquilo que somos chamadas.

Participação Ana – Equipe Mais de Deus

Leia também: