Pe-Michat-Los-5“A comovente história do Pe Michat Los, paciente terminal de câncer que comove o mundo”, pode ser resumida em duas palavras – Fé e determinação.

Assim, o vídeo da sua primeira Missa atingiu mais de 350 mil visualizações em todo o mundo. Na oportunidade o jovem sacerdote de 31 anos disse: “Nada poderá jamais me separar do amor de Jesus Cristo”, disse o jovem padre Michał Łos: um verdadeiro “programa de fé” .

Seu maior sonho, de fato, era poder celebrar a Santa Missa, para estar ainda mais unido a Cristo. E foi o Papa Francisco quem concedeu todas as dispensas necessárias para sua ordenação diaconal e sacerdotal, de modo a permitir que padre Michał Łos realizasse seu sonho.

 

Um testemunho que gera frutos

O testemunho de fé e determinação do Pe Michat, tem mudado a vida do Hospital, onde inúmeros pacientes têm procurado o jovem padre parta pedir uma benção, ou receber o sacramento da confissão e, ainda, alguns se dirigem ao quarto do sacerdote apenas para um oi. Sem contar as inúmeras pessoas que motivadas por isso, sentiram vontade de lutar pelos seus sonhos.

O fato maior é que o testemunho do Pe Michat é capaz de reanimar vidas e restaurar sonhos

Assim a famosa frase de São Luís Orione ganha mais sentido ao dizer que: “Tudo irá reviver, se levarmos ardente nas mãos e elevado no coração o fogo da caridade de Jesus Cristo” e ainda capaz de orientar as pessoas para que “amemos todos em Cristo. Sirvamos a Cristo nos pobres. Renovemos Cristo em nós e restauremos tudo em Cristo. Salvemos sempre, salvemos todos, salvemos à custa de todo sacrifício, com Paixão Redentora e com holocausto redentor.”

Reveja o vídeo da Missa do Pe Michat Los no link abaixo:

Isso prova que histórias de bem e de força de vontade são um exemplo a serem seguidas, e são definitivamente capazes de despertar inúmeras pessoas para saírem de suas prisões e seguirem o exemplo do Pe Michat. Onde quer que estejamos o exemplo desse jovem sacerdote é digno de aplausos pois faz nos entender que tudo é possível ao que crer.

Equipe Mais de Deus

Fonte: Vatican News e Orione