Momoudou-1

Mamoudou Gassama (foto facebook)

Paris, 03 de junho de 2018, a capital francesa, seria palco de mais um, entre tantos inúmeros acidentes trágicos, que acontecem nas grandes

cidades da Europa ou do mundo.

Acidentes de todas as naturezas:

  • Assassinatos,
  • Homicídios,
  • Latrocínios,
  • Assaltos,

Entre tantos outros acontecimentos, que ficam no anonimato, sem a cobertura das mídias televisivas ou sociais.

Era por volta das 12:00, quando uma multidão se aglomerou na frente de um prédio do bairro 18, subúrbio parisiense. No alto, no 4º andar um menino de 4 anos, se debruçou no parapeito de sua casa, ao lado um vizinho tentava sem sucesso pegar a criança. Ao ouvir os gritos da multidão, um rapaz de 22 anos, imigrante do Mali, saiu do bar em que se encontrava e sem mensurar o tamanho do problema; o jovem escalou 4 andares em 36” para salvar o garoto francês.

O nome dele Mamoudou Gassama, o jovem imigrante do Mali, ou o homem aranha francês, como tem sido chamado pelas redes sociais, recebeu congratulações e agradecimentos por parte de populares. Mas o maior agradecimento veio por meio do governo francês, mais especificamente do presidente França, Emmanue Macron, que concedeu cidadania francesa ao jovem e abriu as portas de um trabalho no corpo de bombeiros de Paris.

Os pais

A mãe estava na ilha de Reunião e o pai que era o responsável pelos cuidados do menino, tinha saído para fazer compras, e aproveitou para caçar alguns monstrinhos com o seu celular pelas ruas parisienses. Além de esquecer da hora, também esqueceu a porta entreaberta da varanda do apartamento e do próprio filho.

Mamoudou agora faz parte da história francesa, foi agraciado com um título de “talento excepcional ou serviços prestados à comunidade”. Mas o que chama a atenção, e é um tapa da cara da sociedade Parisiense é que o maior gesto de coragem de 2018 até agora, tem a cor negra e é imigrante.

Por conta, do constante estado de alerta, e os perigos de possíveis atentados na frança, os imigrantes provenientes da África não são bem vistos, pela sociedade francesa que vive temerosa por conta dos terroristas.  No entanto, Mamoudou, deixou bem claro que nem todos são terroristas e existe muita gente do bem vivendo no meio dos cidadãos franceses.

Veja vídeo do salvamento da criança, onde é possível ouvir populares ovacionando a coragem do rapaz.

 

Equipe Mais de Deus