papa-recebe-antje-jackelen

Arcebispa Antje Jackelén e Papa Francisco em encontro no Vaticano

Volta e meia a ordenação de mulheres padres é um assunto que reaparece no meio católico, desta vez uma repórter questionou o Papa Francisco em razão de na igreja luterana ser permitido a ordenação de mulheres. Na resposta concedida em sua volta da Suécia de onde participou do encontro com os luteranos Papa Francisco disse: “São João Paulo 2° teve a última palavra clara sobre isto e assim permanece, assim permanece”, o papa se referiu ao documento do então Papa João Paulo II de 1994 (Carta Apostólica Ordinatio Sacerdotalis, 1) onde diz: “A ordenação sacerdotal, pela qual se transmite a missão, que Cristo confiou aos seus Apóstolos, de ensinar, santificar e governar os fiéis, foi na Igreja Católica, desde o início e sempre, exclusivamente reservada aos homens”.

No mesmo documento a igreja foi muito clara em determinar:

“Embora a doutrina sobre a ordenação sacerdotal que deve reservar-se somente aos homens, se mantenha na Tradição constante e universal da Igreja e seja firmemente ensinada pelo Magistério nos documentos mais recentes, todavia atualmente em diversos lugares continua-se a retê-la como discutível, ou atribui-se um valor meramente disciplinar à decisão da Igreja de não admitir as mulheres à ordenação sacerdotal. Portanto, para que seja excluída qualquer dúvida em assunto da máxima importância, que pertence à própria constituição divina da Igreja, em virtude do meu ministério de confirmar os irmãos (cf. Lc 22,32), declaro que a Igreja não tem absolutamente a faculdade de conferir a ordenação sacerdotal às mulheres, e que esta sentença deve ser considerada como definitiva por todos os fiéis da Igreja”. (João Paulo II. Carta Apostólica Ordinatio Sacerdotalis, 4)

Na entrevista concedida no voo ele ainda completou: “Se lermos cuidadosamente a declaração de São João Paulo 2°, as coisas vão nesta direção”.

Em outras oportunidades o Papa Francisco já havia manifestado que a igreja deve abrir espaço para as mulheres: “Não se pode imaginar uma Igreja sem mulheres ativas“, no entanto também disse: “ Esta porta está fechada”.

Vale lembrar que as Igrejas Luteranas e Anglicanas aceitam a ordenação de mulheres como sacerdotisas e no caso da Igreja Luterana da Suécia elas alcançam esferas mais elevadas na hierarquia da igreja como no caso da  Arcebispa Antje Jackelén.

Equipe Mais de Deus

Referências:

  • Youtube: Celebração Ecumênica Católico-Luterana