São 5 dias de ataques a carros, ônibus, caminhões de lixo e carros em concessionarias

 Estado que já enfrentou um problema semelhante em janeiro deste ano, enfrenta novamente uma ação coordenada do crime organizado no Estado. Como no começo do ano, os atentados são decorrentes do endurecimento do Estado com o crime e com as “regalias” dos presos.

O governador do Ceará, Camilo Santana, informou que o estado não vai se amedrontar       (PT), e que continuará intensificando ações pra impedir:

  • Volta de tomadas nas celas,
  • Visitas intimas,
  • E outras regalias

Em entrevista o governador disse: “Não recuaremos em absolutamente nada nas medidas que foram tomadas até aqui. Muito pelo contrário, seremos cada vez mais rigorosos com quem desrespeitar a lei. A possibilidade do retorno às regalias nos presídios é zero.”

Os ataques aconteceram quando o governo do estado interviu numa tentativa de fuga que visava libertar alguns líderes de facções. Desde então o Estado está em crise de segurança e tem sofrido inúmeros ataques:

Os ataques começaram na sexta-feira:

  • Caminhão roubado

Sábado:

  • Torre de telefonia foi atacada
  • Caminhão incendiado

Domingo:

  • 04 caminhões incendiados
  • 02 veículos
  • Posto de combustível incendiado
  • Loja de veículos incendiada

segunda-feira

  • 07 ônibus incendiados
  • 04 carros atacados
  • 02 tropiques
  • 01 van

Terça-feira

  • 04 ônibus incendiado
  • 04 caminhões de transporte
  • 02 caminhões de lixo
  • Carros de uma concessionaria incendiados

Equipe Mais de Deus

Relembre o que aconteceu no ceará neste ano: