reforma-protestante-invasaoNo ano de 2017, comemora-se os 500 anos da reforma protestante, já noticiado no nosso site:

A reforma protestante foi um ato de um bispo católico alemão, Martinho Lutero, que questionou atitudes da Igreja em 1517 e que depois teve 40 das 95 teses aceitas pela igreja na contrarreforma.

No entanto, no mês de novembro, uma atitude de jovens católicos causou um mal-estar junto aos Luteranos e até mesmo aos católicos presentes em uma comemoração dos 500 anos da reforma.

Na ocasião, os jovens entraram na igreja durante um culto e ajoelhados na frente do altar começaram a rezar o terço, atrapalhando o culto e tendo a desonra de serem retirados pela polícia local.

Os jovens eram contrários a comemoração por conta de não aceitarem o ato de Lutero conta a Igreja Católica, no entanto, se a atitude de Lutero foi certa ou errada ou até mesmo tenha causado mais prejuízos do que ganhos para o cristianismo, está longe de nos permitir sermos juízes do ato que certamente será colocado em juízo por Deus se assim Ele quiser.

Isso me lembra de um louvor que participei na Cidade de Angatuba com alguns irmãos da Pastoral dos Adolescentes na década de 90 e que na ocasião um grupo de evangélicos se posicionaram na frente do colégio promovendo um culto, atrapalhando o encontro católico e por vezes convidando os presentes a deixarem o encontro.

São atitudes assim, que contrariam o cristianismo e nos colocam no submundo da não aceitação e da indiferença fanática religiosa. Muito bom para se pensar.

Assista o vídeo abaixo e tira suas conclusões: