O milagre eucarístico de Irani/SC teve seu início na véspera do domingo da Divina Misericórdia.

107---Irani-D-ampliada

Na manhã de sábado, mais precisamente no dia 22 de abril de 2017, véspera da festa da Divina Misericórdia, o padre Paulo Malakoski, se dirigiu a igreja para verificar as hóstias que seriam usadas nas celebrações do fim de semana. Ao perceber que duas hóstias estavam quebradas, o sacerdote separou as, e, as colocou num copo com água para serem dissolvidas.

107---Irani-A-cordeiroA surpresa do religioso foi na terça-feira, dia 25, pela manhã. “Quando eu vi na hora levei um susto, quando caí em si, me desesperei porque a emoção foi bastante grande”, ressalta o padre. Ele viu que a hóstia tinha uma mancha vermelha, suspostamente sangue, e a hóstia dissolvida formava a imagem de um cordeiro (numa alusão perfeita a Jesus que é o Cordeiro Imolado).

Diante do fato o padre pediu conselho a alguns sacerdotes que o aconselharam a guardar as hóstias novamente no sacrário. No dia seguinte, por insistência de um casal do conselho paroquial que queria ver o acontecido, o sacerdote abriu o sacrário e um novo susto a imagem agora não refletia ao cordeiro e sim a Jesus misericordioso.

107---Irani-B-copoNa quinta-feira, dia 27, pela manhã, quando abriram o sacrário, estavam estampadas as imagens do que parece ser o “Cristo Misericordioso” e de um Cordeiro.

O assunto tomou conta da pequena cidade de maioria católica, e não se falava em outra coisa, se não, no milagre eucarístico de Irani.

Análise

As imagens foram enviadas a um laboratório de análises clínicas da cidade, que em um primeiro momento considerou sendo mesmo sangue o líquido vermelho no fundo do copo. “O pessoal do laboratório viu essas fotos. Pensamos em mandar para análise, mas como o nosso bispo estava em Aparecida, teria que entrar na Justiça, chamar IML. Então como é bastante burocrático, acabamos desistindo”, detalha o padre.

Sobre este fato, não se pode finalizar o a comprovação porque infelizmente o material foi jogado em uma planta porque já estava estragando na água.

Nota da Equipe Mais de Deus: Mesmo sem ter tido a comprovação cientifica necessária, o Milagre Eucarístico de Irani, foi anexado a essa lista por se tratar de algo extraordinário acontecido no Brasil envolvendo a sagrada comunhão – primeiro foi o Milagre Eucarístico de Sousa (BRASIL), em março de 1854, e se soma aos inúmeros acontecimentos que se tem sido noticiado no mundo e que para muitos representa uma ação do Senhor Jesus para chamar atenção dos fiéis para a necessidade de uma vida Eucarística nesses tempos em que vivemos.

Equipe Mais de Deus

Ver também: