Roma-2Considerado um dos primeiros milagres que se tem notícia na capital Italiana, e um do mais documentados que se tem notícia. O milagre Eucarístico de Roma, aconteceu no ano de 595, durante uma Celebração Eucarística presidida pelo Papa São Gregório Magno na basílica de Santa Pudenziana em Roma.

Na ocasião, uma nobre dama romana, assaltada pela dúvida sobre a presença real do Senhor no pão consagrado, deu uma gargalhada no momento em que ia receber a Comunhão. Inconformado com tal atitude, o Papa repreendeu duramente a nobre mulher. Ela se justificou dizendo que não conseguia acreditar que naquele pão que ela mesma tinha preparado estivesse o Corpo de Cristo.

São Gregório, então, não permitiu que ela comungasse e implorou a Deus que a mesma fosse iluminada e ao terminar seu clamor nesse mesmo instante as espécies que a mulher havia preparado se transformaram em Carne e Sangue

Ao ver tamanho acontecimento, a mulher arrependida, se ajoelhou e começou a chorar copiosamente.

Relíquias do milagre:

Apesar de ter origem em Roma, este milagre, cuja Relíquia está guardada até os dias de hoje no mosteiro beneditino de Andechs (Alemanha). Foi registrado e confirmado por numerosos documentos, entre eles o Vita beati Gregorii Papae (787) de autoria do Diácono Paulo.

Nota importante:

Naquela época, diferente de hoje, era costume que o pão utilizado para a Celebração Eucarística fosse preparado pelos próprios fiéis.

rio como se estivesse em terra firme.

No ano seguinte Zózimo foi outra vez ao deserto, mas a santa penitente já tinha morrido. Com a ajuda de um leão, o monge cavou a sepultura da santa.

Equipe Mais de Deus

Referencias:

  • Livros: O milagre e os Milagres Eucarísticos
  • Sites: The real presence

Veja também: