Passados 2 dias do terremoto de 7,1 graus que sacudiu a capital mexicana no último dia 19 de setembro, o tremor que teve seu início as 13h14 (hora local – 15h14 de Brasília) deixou mais de 230 pessoas mortas e cerca de 44 prédios destruídos.

Terremoto de 1985

Terremoto de 1985

Incrivelmente, o sismo aconteceu à exatos 32 anos do grande terremoto de 1985, que matou mais de 10 mil pessoas e milhares de feridos, e que transformou a capital do país como que numa praça de guerra, tamanha foi a devastação sofrida.

No terremoto desta semana, em meio aos inúmeros relatos deste tremor, encontramos o da escola Robsamem, na qual 21 crianças e 5 adultos perderam suas vidas, mas que também remonta o das 6 crianças que foram encontradas vivas graças a utilização de um scanner térmico, que permitiu localizar as mesmas.

Além das vítimas, ainda existem muitos desaparecidos que por conta do caos que vive a cidade do México e localidades vizinhas, ainda se encontram sem comunicação com seus familiares e por consequência figuram nas extensas.

Ao longo do dia inúmeros foram os vídeos postados nas redes sociais mostrando o pânico e o terror que se apoderou da população durante o terremoto.

Terremoto de 8,2 graus

O terremoto do dia 19, foi o segundo grande tremor que abalou os mexicanos nesse mês de setembro, no dia 07/09 um grande tremor de 8,2 graus já havia atingido a costa dos Estados de Chiapas e Oaxaca, ocasionando a morte de 96 pessoas, inúmeros feridos e causando uma grande destruição.