Cena do Filme Santa Teresa D’Avila – Canção Nova

De fato, o filme Santa Tereza D’Avila, foi uma bela produção com um grande defeito – poderia ser um pouquinho maior. Hahahaha, sim o filme poderia ser um pouquinho maior, foi lindo, deixou uma sensação de quero mais. A história foi muito bem transmitida, o elenco parecia de personagens de mosteiro, pelo pontualidade e pausa das conversas, típica de muitos religiosos.

Teresa foi muito bem representada pela Patrícia Mendes, que mergulhou na vida de Teresa com falas que pareciam vir da própria Santa.

As locações pareciam casarem entre si, as imagens fechadas davam uma sensação de presença dos atores, um trabalho muito bem feito que poderia ser um pouco mais explorado, com mais músicas e as riquezas da história de Santa Teresa.

Quando ela se encontra com Jesus ou então, quando caminha com as irmãs, já quase no final é uma cena muito cativante; ou ainda, na última cena, quando Teresa se pontua a falar da riqueza que tem quem tem Deus, essa cena dá ao filme um final arrebatador.

Assim, seria muito possível mais 15 ou 20 minutos do filme para regozijo dos telespectadores com mais cenas, mais canções, mais mensagens de Santa Teresa ou então, trabalhar melhor aquela celebre frase de Teresa quando questiona a quantidade de amigos de Jesus… rs.

Assista o filme abaixo e tenha uma boa experiência de fé:

A todos nós cabe agradecer Canção Nova por toda a dedicação nesta produção que certamente enriqueceu a vida de todos nós com tão bela produção.

Parabéns!

Equipe Mais de Deus