Ao passar pelo advento e vivenciar a grandeza do natal nós mulheres podemos reavaliar o nosso ano e traçar novos planos para o próximo ano.

Nos últimos dias do ano muito se fala em repensar a vida, em perdoar, em fazer caridade e em buscar ser uma pessoa melhor. É nessa ótica que as mulheres podem rever suas vidas para abrir o coração para que Jesus faça morada.

Ao iluminar o nosso coração feminino ao reflexo de Maria, não se implica uma submissão e sim uma ascensão na graça e no fazer a vontade de Deus, tal como Maria. Assim, é possível refletir:

  • Demos abertura para que Jesus fosse refletido em nossas vidas?
  • Tal como Maria, buscamos fazer a vontade de Deus ou a nossa?
  • Fomos boas mulheres para nossos familiares? (Pais, esposos, filhos)
  • Soubemos perdoar ou fomos um baú de magoas e ressentimentos?
  • Estivemos prontas para servir ou quisemos ser servidas?
  • Nossas atitudes foram de fato cristãs ou mundanas?

Essas poucas perguntas, mas de profunda reflexão levam nós mulheres a mergulhar nossa alma na intimidade com Deus, e a partir disso, vislumbrarmos aonde colocamos o nosso coração. Se não refletimos Deus em nossas casas, se não buscamos a vontade de Deus, se não soubermos perdoar são claros sinais de que o nosso coração não estava em Deus e em seu amor.

Porque quem está verdadeiramente em Deus sabe que “A caridade (o amor) é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. 5.Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. 6.Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. 7.Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (I Coríntios, 13, 4 – 7)

Pare, pense, reflita!

Uma boa avaliação pode fazer a total diferença na sua vida e ainda, renovar os sonhos que nós mulheres trazemos em nossos corações.

Colaboração Cris dos Santos (para Equipe Mais de Deus)


Leia também: