PT-1“O Brasil foi as urnas com perspectiva de mudanças”, isso foi a grande verdade desta eleição que fez uma guinada no panorama político dos últimos 14 anos onde o PT esteve no poder.

Sem dúvida alguma podemos dizer que “O Brasil expurgou o PT e Bolsonaro foi eleito presidente”, para conduzir o pais para os próximos 4 anos, “Não porque o povo morra de amores por Bolsonaro, mas porque a maioria do povo não quer o PT”. Essa virada, no entanto, demonstra uma grande verdade.

Independente das posições ideológicas, partidárias e sociais; uma coisa é preciso admitir em meio à turbulência política em que vivemos

O PT não está morto. Pode ter perdido a eleição, mas continua grande e merece respeito. Como todos os mais de 46 milhões de votos que decidiram independente de qualquer coisa, estando certos ou errados, decidiram confiar em Fernando  Haddad. Sem contar que o partido fez 4 governadores, 6 senadores e 56 deputados federais.

É hora de união

Mais do que diferenças, que existem e que são claras, nós brasileiros precisamos compreender que não estamos para brigar entre nós, devemos estar juntos.

Durante os governos Lula e Dilma, com continuação de Temer, presidentes que foram eleitos, democraticamente para conduzirem a nação e foram respeitados até quando foi possível pelos brasileiros; agora é a hora de respeitarmos o futuro presidente.

A melhor vitória sobre o PT foi a das urnas, na democracia é assim, no voto. E se eles estão errados devem aprender isso no voto e na confrontação de ideias, nunca na via de fatos. Somos um pais, que só existe graças a união de todos.

Somos um pais, somos uma nação somos um povo com pensamentos diferentes, onde precisamos convencer uns outros através do voto e da argumentação.

Equipe Mais de Deus

Leia também: