Passados 300 anos da aparição da imagem de Aparecida, nas aguas do rio Paraíba do Sul, muitas coisas se podem aprender com esse acontecimento mariano, especialmente no contexto de sua aparição e dos milagres subsequentes relatos, já quer houveram inúmeros milagres que no início nem sequer foram relatados.

Aqui apresentamos alguns pontos importantes que a aparição da virgem de Aparecida nos ensina e nos orienta:

A aparição da virgem – ao aparecer para os pescadores Maria nos chama a olhar para os mais humildes como Jesus sempre o fez.

Provisão das necessidades – naquele momento da aparição, os 3 pescadores tinham necessidades de peixes, e Maria como em Cana da Galileia, providenciou de Jesus os peixes que os homens precisavam. Confiemos na providência divina.

Ela quer chamar atenção para o espiritual – certamente o milagre das 2 velas que se apagam e e acendem, representa essa vontade de maria em mostrar a todos que ela veio iluminar a fé em Jesus; como relatam o acontecimento de 1733. Ao apagar e acender as velas Maria chama atenção dos presentes como quem diz que grandes coisas podem acontecer.

As correntes que soltam – o milagre do escravo que queria ver a Santa e tem as suas correntes soltas de seus pulsos, é de que através de maria, Jesus quer libertar os fiéis das amarras do diabo, basta que para isso haja fé.

A soberba que não resiste – o acontecimento relatado pela marca da ferradura na pedra do altar, é a mais explicita mensagem de que a humildade tem livre acesso na casa de Deus. Ninguém deve adentrar na casa de Deus como o cavaleiro zombador, quem se exalta acaba humilhado perante os demais.

Assim, Aparecida é um chamado para que acima de tudo devemos olhar para Deus, e D’Ele através de Maria aprendermos coisas fundamentais para a vida e para o relacionamento humilde entre as pessoas.

Equipe Mais de Deus