O Brasil será confrontado pelo Peru neste domingo, 07 de julho, na grande final da Copa América 2019, em pleno estádio do Maracanã. Mas, o que tem isso de interessante? Quem é o Peru na fila do pão? E o que podemos aprender com a fantástica reinvenção da seleção Peruana?

BP

Longe de demonizarmos o Peru, que é um país irmão do nosso e que cuja população nunca foi nossa inimiga. Existem coisas interessantes nesse episodio que podem nos ensinar sobre disputas, batalhas e duelos que vão além de nossa compreensão. Assim, a seleção peruana que enfrenta o Brasil neste domingo pode nos ensinar como devemos lidar com as batalhas espirituais do dia a dia.

DE GOLEADO PARA FINALISTA: Ao ser goleado pelo Brasil na fase de grupos, muitos acreditavam que o Peru não tinha mais nada para fazer na Copa.

  • Engano: enquanto estava “morto”, o Peru foi trabalhando e conquistando espaço. O diabo também faz assim, quando pensamos que ele está morto, ele também está trabalhando e preparando o bote para nos devorar.

 

NUNCA SUBESTIME O INIMIGO: Não é porque o Brasil goleou o Peru na 1ª fase que o placar vai se repetir.

  • Atenção: é comum acharmos que o “inimigo” vai atuar da mesma forma que sucumbiu diante de nós. O inimigo também é astuto, sempre que o derrotamos ele vem novamente com artimanhas mais e mais sedutoras, afim de nos envolver e dar o bote.

SE ATENTE AOS DETALHES: Muitas vezes não damos atenção ao que acontece e achamos que todos jogam igual; todavia, sempre existe alguém capaz de desequilibrar o adversário.

  • Diferente: as pessoas costumam ser previsíveis, os jogadores também, mas existem aqueles que desestabilizam o jogo. O inimigo também pode desestabilizar uma pessoa e jogar no ataque como um camaleão afim de que, na nossa vida não percebamos que ele está nos envolvendo e nos atacando.

 

NÃO PERCA O OPONENTE DE VISTA:  sim, isso é uma grande verdade. O Brasil que vai a campo precisa aprender e se atentar em como o Peru conseguiu jogar para chegar tão perto da final e na final.

  • Vigie: É muito importante na vida que estejamos atento no jogo do inimigo, e aonde ele nos tenta seduzir e quais as armas dele.

 

ATENTE-SE AOS SEUS PONTOS FRACOS: Certamente o jogo desse domingo não será o mesmo jogo da primeira fase e nessa altura do campeonato, o time já está estudando os pontos fracos do selecionado brasileiro.

  • Cuidado: todos temos pontos fracos, e o inimigo bem sabe quais são; por isso, são nesses pontos que devemos estar atentos. Ele sempre vai nos atacar nas áreas da vida aonde somos mais frágeis e só terá êxito se assim o permitirmos.