pao01 – Dar de comer a quem tem fome: “Por que tive fome e me deste de comer” (Evangelho de São Mateus 25, 35a)

Quando lembramos da primeira multiplicação dos pães narrada pelo evangelista São Lucas capitulo 9, 11-17 vemos a preocupação de Jesus em cuidar das pessoas: “Logo que a multidão o soube, o foi seguindo; Jesus recebeu-os e falava-lhes do Reino de Deus. Restabelecia também a saúde dos doentes. Ora, o dia começava a declinar e os Doze foram dizer-lhe: Despede as turbas, para que vão pelas aldeias e sítios da vizinhança e procurem alimento e hospedagem, porque aqui estamos num lugar deserto. Jesus replicou-lhes: Dai-lhes vós mesmos de comer. Retrucaram eles: Não temos mais do que cinco pães e dois peixes, a menos que nós mesmos vamos e compremos mantimentos para todo este povo. (Pois eram quase cinco mil homens.) Jesus disse aos discípulos: Mandai-os sentar, divididos em grupos de cinquenta. Assim o fizeram e todos se assentaram. Então Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, levantou os olhos ao céu, abençoou-os, partiu-os e deu-os a seus discípulos, para que os servissem ao povo. E todos comeram e ficaram fartos. Do que sobrou recolheram ainda doze cestos de pedaços”.

agua02 – Dar de beber a quem tem sede: “…tive sede e me destes de beber” (Evangelho de são Mateus 25, 35b)

Esses dois pontos que expressam as obras de misericórdia corporais são citados no evangelho de São Mateus 25, 35: “porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes”.

O ato de ajudar os que em fome dando de comer ou de beber se configura como uma atitude digna de um cristão autentico, é uma das chaves que nos abrem as portas para o céu: “Então o Rei dirá aos que estão à direita: – Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo” (Evangelho de São Mateus 25, 34)

Toda forma de caridade é apreciada por Deus e não ficara sem recompensa afirma o Senhor Jesus no Evangelho de São Mateus 10, 42: “Todo aquele que der ainda que seja somente um copo de água fresca a um destes pequeninos, porque é meu discípulo, em verdade eu vos digo: não perderá sua recompensa”.  Sendo assim, quer nos dediquemos a ajudar o nosso próximo com ‘pão ou água’ , dando de comer ou beber a quem tem fome nos torna digno das recompensas de Cristo na Terra e no céu.

Veja também:

Referências:

  • Livros: Bíblia Sagrada, As Obras de Misericórdia Corporais e Espirituais.