panama

Depois da JMJ da Cracóvia de 2016, no Jubileu da Misericórdia, na Polônia de São João Paulo II e Santa Faustina; o Papa Francisco anunciou que a próxima JMJ de 2019, será no Panamá, um pequeno país da América Central. Jornada esta, que tem a probabilidade de ser ainda mais linda se os jovens atenderem a exortação do Papa Francisco para que se “rebelem” e não sejam “jovens de sofá”.

Antes de encerrar o papa definiu a JMJ 2016 como uma “oxigenação espiritual” e ainda olhando para o Ícone de Maria, disse: “Ela nossa mãe ensina-no, o modo como pode ser fecunda a experiencia vivida na Polônia, disse que devemos fazer como ela e não perder o dom recebido, mas guarda-lo no coração para que germine e de fruto com a ação do Espirito santo”  e ainda completou: “a providencia de Deus sempre nos precede.”

O anuncio se deu nos momentos finais da Santa Missa, levando um jubilo de alegria aos jovens panamenhos e a tantos outros latinos vizinhos ao Panamá.

Como todas as outras, a JMJ deixa no coração dos jovens uma sensação de quero mais e esse mais está marcado para o Panamá, provavelmente na cidade do Panamá, capital do país centro americano.

Conheça mais sobre o Panamá:

Nome do país: Republica do Panamá  pa

Localização: América Central

Capital: Cidade do Panamá

População: 3,6 milhões de habitantes

Independência: 1903 da Colômbia

Católicos no país: cerca de 82% da população

Idioma: Espanhol

Bandeira: Azul e Vermelha – com 2 estrelas

Características marcantes: o Panamá é mais conhecido no mundo pelo ‘Canal do Panamá’, uma obra grandiosa iniciada em 1881 e finalizada em 1914, com 82 km de extensão, ligando o oceano pacifico ao mar do Caribe.

Ricardo Mari e Equipe Mais de Deus

Fonte: Missa de Encerramento da JMJ Cracóvia, Conferencia Episcopal Panameña e