Moças tiram foto em um poster da visita papal

O sucessor de Pedro, Papa Francisco, já está na Tailândia para a sua 32ª viagem apostólica. Depois de 11 horas de viagem, o Papa, chegou em Bangcoc por volta das 12hs. A viagem com início no dia 20 se findara no dia 23/11.

A Tailândia possui cerca de 300mil católicos divididos em 11 dioceses no pais. E nessa vaigem o papa ira celebrar o 350º aniversário do vicariato apostólico do Sião (hoje Tailândia) erigido em 1669. Os primeiros missionários a se estabelecerem neste território foram os dominicanos portugueses em 1567, seguidos pelos franciscanos e pelos jesuítas com o objetivo comum de proclamar a Boa Nova.

Roteiro da visita papal

Brasão da visita papal
350º aniversário do vicariato apostólico do Sião (hoje Tailândia)

Dia 21/11 – Quinta-feira

Papa na Capela da Nunciatura

O Papa será hóspede, na Casa do Governo para a Cerimônia de boas-vindas, do primo-ministro general Prayuth Chan-ocha onde falará perante as autoridades, a sociedade civil e o corpo diplomático.

Encontro inter-religioso, com o Patriarca supremo dos budistas Somdej Phra Maha Muneewong, na residência histórica que é o templo Wat Ratchabophit Sathit Maha Simaram

Visita ao Hospital St. Louis, fundado pelos católicos em 1898 e agora centro médico de excelência, para o encontro com a equipe e o abraço a um grupo de pacientes.

A tarde o papa fara uma visita privada ao Rei e na sequência celebrará a primeira missa, no Estádio Nacional da capital, com capacidade para 65 mil pessoas.

Dia 22/11 – Sexta-feira

O dia será dedicado, antes de tudo, ao encontro com sacerdotes, religiosos, seminaristas e catequistas, e depois com os bispos tailandeses e asiáticos, que esperam o Papa na paróquia de São Pedro e na adjacente Igreja do Santuário, intitulado ao Beato Nicolas Bunkerd Kitbamrung.

Encontro com os líderes cristãos e de outras religiões, está programado na sequência do dia

Santa Missa com os jovens na catedral da Assunção de Bangcoc.

Dia 23/11 – Sábado – Papa Francisco viaja para o Japão.

Equipe Mais de Deus

Fonte: Vatican News