O Banco Central através do Copom (Comitê de Política Monetária) decidiu cortar a taxas Selic em 0,50%, afim de que possa baratear os juros e permitir um maior respiro da economia brasileira.

A taxa assumida agora pelo Copom de 3,75% é a menor taxa básica de juros da história. O corte anunciado na última quarta-feira, 18/03, veio de encontro a uma parcela do mercado que esperava até um corte maior.

A taxa considerada conservadora, foi admitida pelo comitê com a justificativa de que o coronavirus teria trazido uma desaceleração da economia brasileira e mundial.

Essa foi a sexta vez seguida que o Copom realiza uma redução na taxa Selic. No mês de fevereiro quando também realizou um corte o Copom sinalizou que não efetuaria uma nova redução; todavia essa se fez necessária.

Em seu comunicado o órgão ainda expressou que “entende que a atual conjuntura” e que se faz necessário muita “cautela na condução da política monetária, e neste momento vê como adequada a manutenção da taxa Selic em seu novo patamar”. E concluiu ao dizer “que se elevou a variância do seu balanço de riscos e novas informações sobre a conjuntura econômica serão essenciais para definir seus próximos passos”

É importante entender que com a taxa mais baixa e maior credito a economia pode fluir melhor graças a juros mais baixos.

Equipe Mais de Deus