Papa-francisco-6

Foto do cartaz colado em Roma

No início do mês de fevereiro, inúmeros cartazes se espalharam por Roma, contendo críticas ao Papa Francisco com os seguintes dizeres:

“Francisco interditou congregações, afastou sacerdotes, decapitou a Ordem de Malta e os franciscanos da Imaculada, ignorou cardeais… Mas onde está a sua misericórdia?”.

Os cartazes que foram espalhados por Roma não duraram muito, considerados como publicidade ilegal foram removidos ou tiveram os dizeres tapados com outra colagem.

Sobre a publicidade antipapal, o diretor da revista ‘Civiltà Cattolica’, Anotnio Spadaro disse: “é um sinal de que ele está trabalhando bem e que está incomodando muito”

Uma coisa é certa, os cartazes apareceram pelas ruas da cidade eterna, após o Papa Francisco ter nomeado o Arcebispo Angelo Becciu como representante junto a Ordem de Malta. Essa atitude de Francisco foi responsável por inúmeras críticas de membros conservadores da Santa sé, ainda mais por Spadaro ter poderes para implementar um projeto de renovação espiritual na ordem.

No entanto, os cartazes vão além dessa nomeação, cardeais conservadores, como o americano Raymond Burke que acredita e manifesta em bom tom que Francisco tem feito pequenas reformas na igreja, o que coloca em risco uma tradição de mais 2 mil anos.

Existem inúmeros católicos mais conservadores que tem se mostrado numa situação um tanto que desconfortável em relação as mudanças e do jeito ‘Francisco de ser’ que tem quebrado séculos de tradição circunstancial de pompas e atitudes principescas dentro da Igreja. Assim , atitudes como pagar a conta de um hotel, usar sapatos mais simples, carregar a sua própria maleta, dispensar carros luxuosos e ir a uma ótica, causam tremor em certos ambientes clericais mundo afora.

Podemos ajudar de forma concreta a igreja e o Papa Francisco intensificando nossas orações por ambos. Afinal de contas é o nosso dever de cristãos.

Fonte: sites de notícias e youtube