SS - Ressurreição, Mikhail Nesterov

Ressurreição, (1892) Mikhail Nesterov

A ressurreição de Jesus Cristo é extremamente importante para os cristãos, como também o é para toda a criação. É na ressurreição que se baseia o centro da fé cristã. Ela é a vitória de Cristo sobre a morte e por consequência a nossa vitória.

Ressurreição se define como o ato de ressurgir, ressuscitar, voltar à vida; assim, “tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele. Porque, morrendo, ele morreu para o pecado uma vez por todas; mas, vivendo, vive para Deus”. (Romanos 6, 9-10)

Jesus se definia antes mesmo de sua morte dizendo: “Eu sou a ressurreição e a vida.  (Evangelho de São João 11, 25b) e ainda exortava com autoridade e segurança, “Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá”; (Evangelho de São Joao 11, 25)

O apostolo Paulo em sua Primeira Carta aos Coríntios 15, 3-8, testemunha de forma rápida a manifestação do Cristo Ressurreto entre os seus: “Eu vos transmiti primeiramente o que eu mesmo havia recebido: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; foi sepultado, e ressurgiu ao terceiro dia, segundo as Escrituras; apareceu a Cefas, e em seguida aos Doze. Depois apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma vez, dos quais a maior parte ainda vive (e alguns já são mortos); depois apareceu a Tiago, em seguida a todos os apóstolos. E, por último de todos, apareceu também a mim”

Paulo, um pouco mais adiante, ainda na Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15,12-22; enumera 6 preceitos importantes do cristianismo que sem a ressurreição seriam facilmente sucumbidos a ação do tempo, pois não triam sentido algum: “Ora, se se prega que Jesus ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns de vós que não há ressurreição de mortos? Se não há ressurreição dos mortos, nem Cristo ressuscitou. Se Cristo não ressuscitou:

  • 01 – é vã a nossa pregação,
  • 02 – e também é vã a vossa fé. Além disso,
  • 03- seríamos convencidos de ser falsas testemunhas de Deus, por termos dado testemunho contra Deus, afirmando que ele ressuscitou a Cristo, ao qual não ressuscitou (se os mortos não ressuscitam). Pois, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou. E se Cristo não ressuscitou,
  • 04 – é inútil a vossa fé, e ainda estais em vossos pecados.
  • 05 – Também estão perdidos os que morreram em Cristo.

Se é só para esta vida que temos colocado a nossa esperança em Cristo,

  • 06 – somos, de todos os homens, os mais dignos de lástima.

Mas não! Cristo ressuscitou dentre os mortos, como primícias dos que morreram! Com efeito, se por um homem veio a morte, por um homem vem a ressurreição dos mortos. Assim como em Adão todos morrem, assim em Cristo todos reviverão.”

“Pois também Cristo morreu uma vez pelos nossos pecados – o Justo pelos injustos – para nos conduzir a Deus. Padeceu a morte em sua carne, mas foi vivificado quanto ao espírito. 19.É neste mesmo espírito que ele foi pregar aos espíritos que eram detidos no cárcere, àqueles que outrora, nos dias de Noé, tinham sido rebeldes,”  (I Pedro 3, 18-19)

O credo cristão

O credo niceno-constantinopolitano expõe a autoafirmação do que os cristãos acreditam ao dizer:

  • Ressuscitou ao terceiro dia, / conforme as Escrituras, / e subiu aos céus, / onde está sentado à direita do Pai.

Já o Credo dos Apóstolos, de forma mais simples, também manifesta a crença na ressurreição ao afirmar:

  • Desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia;
  • Subiu aos Céus; está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso,

 

Considerações

A ressurreição de Cristo e importante pois:

  • 01 – Manifesta a grandeza do poder de Deus
  • 02 – Testifica a fé de quem acredita em Deus
  • 03 – Autentica a dedicação de todo o louvor que deve ser dado a Deus

 

A vitória do cristo sobre a morte

Diferentemente do que pregam as outras religiões, a ressurreição de Jesus traz esperança de uma vida ressuscitada para os seguidores do Cristo, como afirma o apostolo Paulo ao dizer que “Assim como em Adão todos morrem, assim em Cristo todos reviverão.”  Pois, o Cristo não tem Tumulo, apenas o lugar aonde foi colocado o seu corpo.

Assim, o ponto mais importante da ressurreição de Jesus para os Cristãos é que ao ressuscitar Jesus depois da sua morte, Deus aceitou o sacrifício de seu filho e assim, retirando o homem do poder de satanás, abriu uma nova oportunidade para a ressurreição de todo aquele que em Jesus colocar sua confiança e sua vida. E conclui afirmando que Cristo, é o messias que através da sua ressurreição reabriu a porto do Reino dos Céus para a humanidade.

Ver também:

Referências:

  • Livros: Bíblia Católica, Catecismo da Igreja Católica e Youcat.
  • Sites: Mais de Deus (Didaque e Credo niceno-constantinopolitano)