O aedes aegypti parece ter voltado em 2019 com o que podemos dizer “sangue nos olhos”, em pouco mais de 4 meses e meio o Brasil já tem 323 mil casos da doença em março eram 229 mil, o que já era considerado um número alto.

A doença tem se alastrado graças ao mosquito tem encontrado formas de proliferação nas cidades; e nesse caso, os maiores culpados somos nós mesmos, quando:

  • Deixamos ajuntar água em vasos,
  • Jogamos lixo nas ruas capazes de acumular água,
  • Deixamos latas, cestos e garrafas destampados nos quintais,
  • Não tomamos cuidado com qualquer tipo de lugar que acumule água e o pior,
  • Quando vemos lixo na rua não damos importância porque não fui eu quem jogou.

A dengue é um problema de todos, a região sudeste é a localidade “desenvolvida” da nação que detém o maior contingente de pessoas doentes, com 213 mil casos. Somente nas 2 últimas semanas houve um aumento de 40% dos casos.

Situação essa que coloca São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, as portas de decretar uma epidemia. Ou matamos o mosquito da dengue ou ele mata as pessoas que amamos.

Equipe Mais de Deus.