Imagem da Arena Barueri – lotada

Recebemos da RCC São Paulo, na pessoa do Senhor Marcelo Marangon – Presidente do Conselho Estadual da RCC-SP, uma explicação e todos os problemas enfrentados pela equipe organizadora.

Assim, por acharmos que todos têm o dever de explicação e expor o seu ponto sobre o ocorrido, não só colocamos o texto nos comentários, como abrimos espaço para que o comunicado seja anunciado como matéria.

Em tempo, deixamos claro, que a finalidade do site Mais de Deus, é única e exclusivamente a de informar, e explanar os fatos acontecidos e que envolvam a nossa igreja, presamos pela boa organização e sabemos o quanto é difícil e árduo realizar um evento dessas proporções.

Agradecemos a cordial presteza do Sr. Marcelo Marangon, em nos enviar a explicação, deixando esse canal com mais de 10 mil acessos mensais a disposição sempre que precisarem; bem como, os nossos sinceros desejos como filhos da Renovação Carismática Católica, que um próximo evento possa ser realizado em um período fora dos campeonatos ou então dentro de um ambiente mais adequado como uma Canção Nova (fruto do sopro do novo pentecostes ventilado no século 20)

Abaixo segue o texto enviado

Prezados irmãos,
Paz e Coragem na Graça de Espírito do Pentecostes!

Com toda simplicidade, quero colaborar na matéria de vocês.

Sinto-me como deve ser fraca qualquer palavra minha na tentativa de explicar o ocorrido por pessoas do nosso movimento, não ter conseguido entrar no estádio nesse último domingo.

Mas eu não posso evitar a tentativa de esclarecer a “verdade”, mediante o amor e zelo apostólico que está no meu coração.

Até para que informações infundadas, possa levar vocês a criar uma Fake, gerando problemas judiciais.

Desde o início, buscamos estádios maiores, mas “ninguém” abriu as portas a RCC, os estádios priorizam a tabela de campeonatos, tanto que no mesmo domingo (15) o São Paulo detentor do estádio do Morumbi estava jogando.

Qual outro local pudesse ser realizado? Sendo que a cidade de São Paulo estava comprometida com o evento do DNJ e Summer Beats no Campo de Marte. Não é tão simples assim como as pessoas imaginam.

A única cidade que nos abriu as portas foi Barueri e nos concedeu a Arena, desmarcando compromissos deles para nos atender. O anúncio foi dado no início do ano… “Sem que ninguém pudesse ter questionado ou reclamado” o Comitê de Organização, da qual composto por mais de 10 coordenadores diocesanos.

Acontece que o evento explodiu a cerca de 15 dias, com uma procura de mais de 500% o que causou preocupação dos organismos responsáveis, como: Polícia Militar, Civil, Rodoviária, GCM, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Demutran, Secretaria de saúde, etc.

Tudo foi planejado com esses organismos, tanto que a cor da pulseira e número de pessoas nos locais foram rigorosamente fiscalizados (Segue a imagem das planilhas no anexo) e indicados por eles.

O calor intenso que fez no domingo, fez com que os termômetros passassem de 37º e dentro do estádio a mais de 40º com sensação térmica de mais de 50º o que poderia acontecer problemas muitos sérios caso colocasse mais gente, havendo a possibilidade de uma tragédia até mesmo com óbitos de tanto que era o calor.

Diante dessas realidades, os organismos responsáveis da polícia militar e corpo de bombeiros com base em medidores, fecharam os portões pela segurança daqueles que estavam dentro do local.

Estive em Roma (Itália) em 2017 para as comemorações do Jubileu de Ouro da RCC no Mundo, logo na abertura na Igreja de Santa Maria Maior, os portões foram fechados para que milhares de peregrinos oriundos de várias partes do mundo não entrasse… o mesmo ocorreu em vários outros locais.

Alguns encontros promovidos pela RCC Brasil – ENF por exemplo: fechou os portões e muitos ficaram de fora.

A Basílica do Santuário Nacional em muitas festividades, a Polícia fecha os portões… e de quem é a responsabilidade?

Mas gostaria de contribuir em alguns números e situações com vocês, para refletirmos juntos:

a. Cerca de 5.000 servos de Grupos de Oração ajudaram a realização desse evento e lutaram bravamente para que tudo desse certo, só não teríamos problemas se tivéssemos dentro do estádio 5.000 pessoas;
b. Nunca conseguimos reunir num só local, tantos pioneiros e história juntos, foi altamente celebrativo;
c. Trouxemos uma imagem Facsimile de Aparecida;
d. Aproximadamente 350 relíquias de Santos e santas da Igreja Católica;
e. Lançamentos de um CD de evangelização infantil para os Grupinhos de Oração;
f. Apresentação de Danças, Músicos que fazem parte da história da RCC, promoção humana;
g. Bispos, Centenas de padres, diáconos permanentes, seminaristas, religiosos e religiosas, fundadores de novas comunidades, mandatários;
h. Todas as 42 dioceses do estado de São Paulo;
i. Colocamos em Satélite as imagens disponíveis, gratuitamente a todas as emissoras;
j. Presença das Forças Armadas;
k. Mais de 800 polícias: Rodoviários, Polícia Civil, Militar e GCM;
l. Mega operação com as concessionárias das rodovias;
m. Estacionamento para mais de 800 veículos (ônibus, Micro-ônibus e Vam) totalmente gratuito. Milhares de carros estacionados;
n. Militares e voluntários trabalharam cerca de 20 horas;
o. Não ocorreu nenhum acidente, nenhum óbito, nenhum atendimento grave em nenhum dos participantes, acompanhamos a saída de todos os veículos, monitorando a chegada em suas respectivas cidades;
p. Credenciamos individualmente cada ônibus (pena que nem todos entraram devido o forte calor).

E teria aqui outras coisas para ainda colocar, mas paro por aqui, para dizer que vocês não publicaram, e sê não fizeram é por falta de informação que poderia ser obtida com facilidade conosco, mas que a verdade seja esclarecida!

Falar de desorganização, seria mesmo? Infelizmente problemas ocorrem para nos fazer crescer e melhorar e assumo os erros, pois sempre mantive um relacionamento probo e reto com as pessoas do nosso movimento.

Sinto-me na obrigação de informar que há mais de 20 anos não tinha eventos desse porte, existe uma sede intensa no povo. Mas diante de tais fatos pode amedrontar futuras coordenações a realizar outros Cenáculos e deixar morrer a história.

Quanto a mim, busquei acender uma chama, quando todos dizia que seria impossível, que nós não conseguiríamos encher a “Arena de Barueri”. Agora espero que o povo se levante e clame: Que venha outros Cenáculos” e não se perca a memória de Pentecostes na RCC.

Tenham sempre em mim, um simples servo e amigo com que possam contar. Desejo que Nossa Senhora a Virgem do Pentecostes e Rainha dos Apóstolos esteja sempre intercedendo por vocês e suas famílias.

Um sincero abraço fraterno

MARCELO MARANGON

Obs: Encaminhei um áudio para as pessoas que não puderam entrar. E o número não passa de 2.500 pessoas.

Obs.: o texto foi colocado na integra como recebemos e aprovamos no comentário da matéria Cenáculo da RCC SP, leva multidão a Arena Barueri, muitos ficaram de fora.” do dia 17/09/19.

Equipe mais de Deus