Rebeliao-COMPAJ

Parentes dos presos protestam em frente ao COMPAJ

Uma briga interna envolvendo dois grupos de organizações criminosas acarretaram na morte de 15 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, na capital do Amazonas, Manaus.

O COMPAJ, como é conhecido o presidio manauara, foi o palco em 2017 de uma “briga entre facções deixa 55 mortos em presidio do Amazonas”, na ocasião 55 pessoas morreram e 87 presos fugiram.

Na manhã deste domingo (26/05), a briga entre os grupos rivais que culminou na morte de 15 detentos, aconteceu durante a visita, o que levou pânico aos familiares dos presos, fazendo que vários corressem para a quadra e para alguns corredores. Segundo o secretário de Estado da Administração Penitenciaria, as mortes foram ocasionadas por “armas brancas” artesanais improvisadas a partir de escovas de dentes e também através de asfixia.

Apesar do susto e do pânico que tomou conta das famílias, os visitantes não foram feitos reféns e foram retirados do presidio.

O secretario, creditou a briga a desavenças entres os grupos originadas nas mudanças que vem ocorrendo na administração do presidio que tem incentivado o trabalho dos detentos para redução de pena.

Equipe Mais de Deus

Fonte: sites de notícias e youtube

Leia e relembre: