Romaria-lula-1Após o anúncio da senadora petista Gleisi Hoffmann, convocando militantes para uma “romaria cristã”, ao Santuário de Aparecida, com o objetivo de participar de uma missa pedindo a Liberdade do ex-presidente Lula e pela paz no Brasil.

A direção do Santuário Nacional de Aparecida, preocupada com a dimensão e a duvidosa intenção dessa romaria, emitiu uma nota com o firme proposito de inibir possíveis manifestações partidárias, como as ocorridas na última missa participada por lideranças petistas na cidade de São Bernardo do Campo/SP. Na oportunidade, militantes do PT,  interromperam a Santa Missa em vários momentos, para entoar palavras de ordem pela liberdade do ex-presidente.

O santuário de Aparecida, considerou a “romaria petista”, como sendo de caráter ideológico e, divulgou um comunicado em seu site, declarando-se contrário a utilização do espaço católico com a finalidade partidária; bem como, deixando claro sua isenção e sua posição contraria a utilização do local por qualquer corrente partidária e/ou ideológica.

Segue a nota:

  Diante da manifestação pública da Senadora Gleise Hoffmann sobre o desejo de organizar uma Romaria ao Santuário Nacional de Aparecida no próximo dia 20 de maio, o Santuário oficialmente informa que:

-O Santuário Nacional de Aparecida é um espaço sagrado que acolhe todos os filhos e filhas de Nossa Senhora Aparecida, sem distinção;

– Da mesma forma, também é uma Casa que se coloca contra toda e qualquer utilização do seu espaço para fins políticos ou ideológicos;

– Com base nos valores éticos e cristãos, o Santuário Nacional entende que o momento atual é propicio de reflexão e protagonismo do cidadão ao que tange às escolhas eleitorais, por isso, sob qualquer hipótese se posiciona ou se posicionará em favor de quaisquer líderes políticos, refutando toda e qualquer iniciativa que queira utilizar-se do Altar da Eucaristia para fins de promoção individual ou partidária;

– A cada domingo cerca de 200 romarias passam pelo Santuário Nacional, casa da Mãe Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, e, como cristãos, as portas da Igreja devem estar abertas para os devotos quem venham a Aparecida com o objetivo de realmente encontrarem neste espaço uma experiência profunda de fé,

– O Santuário não está organizando ou convidando pessoas para se mobilizarem em favor deste ou daquele político, reafirmando seu compromisso com o projeto “Eu sou o Brasil Ético”, lançado no início deste ano, com o objetivo de estimular a reflexão crítica dos fiéis;

– Por fim, o Santuário informa que nenhuma celebração deste ou em qualquer outro dia na rotina deste Santuário Mariano é realizada com fim específico que não o de evangelização dos milhares de peregrinos que por aqui passam todos os dias. Nossa bandeira é o Brasil. Nossa representante é Aparecida, Nossa Padroeira. Vamos rezar pelo Brasil. Nós temos essa obrigação!

Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Assim, qualquer manifestação fora do horário autorizado e/ou sem autorização, sera considerada um evento religioso.

Equipe Mais de Deus

Leia também: