A oração é algo importante em nossa vida, sobre isso já escrevemos vários textos e com certeza temos muitas outras coisas a escrever. Todavia, vivemos em um tempo de praticidade e de muita rapidez, onde as pessoas querem o fácil e o rápido, sem esforços, sem cansaço.

E as coisas de Deus nem sempre são rápidas, requerem luta, requerem ardor e principalmente a perseverança. E a grande dificuldade deste tempo moderno de grande facilidade e rapidez nas coisas, é que nós mulheres estamos querendo ver essas facilidades na vida espiritual.

Se pegarmos a história de Santa Mônica, para fazermos uma comparação vamos entrar em desespero. Imagina só, orar mais de 30 anos por uma conversão?!

Certamente Monica não conhecia nada da modernidade, e isso foi a sua sorte, ela sabia que para esquentar a comida já feita era necessário colocar novamente no fogo em talhas d’alho, o popular “banho maria”, que não é rápido, pelo contrário, é demorado.

Isso fez de “Santa Mônica – a mãe da perseverança”. Naquela época ela não tinha outro meio para esquentar comida em segundos; assim, ela também não se podia levar por outros pensamentos que não fossem o de que as coisas demoram um tempo:

  • Alimento demorava mais para ser feito,
  • Comida demorava para esquentar,
  • Viagens demoravam dias, entre outras coisas

Dessa forma precisamos acima de tudo, entender que a oração é combate e que quando nos colocamos de joelhos para orar estamos levando o nosso clamor aos seus, sem WhatsApp, sem Instagram, sem twitter. Assim, somos chamadas a sermos “firmes e inabaláveis” I Cor 15, 58); bem como, “para que não continuemos como crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina” Ef. 4, 14

Se temos um proposito para orarmos, quer seja a conversão de alguém querido, um emprego, a cura de uma pessoa ou até mesmo uma conquista pessoas, precisamos a prender a esperar em Deus. Leia isso. Veja que lindo!

Confie no Senhor de todo o seu coração
e não se apoie
em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor
em todos os seus caminhos,
e ele endireitará as suas veredas.
(Provérbios 3, 5-6)

Sim, no tempo certo ele fará se não desanimarmos, em Tobias 2, 18; somos encorajados: “esperamos aquela vida que Deus há de dar aos que não perdem jamais a sua confiança nele”, isso mostra o que já lemos nesse site:  “Mulheres que oram fazem toda a diferença”

Se há uma coisa que precisamos fazer é a partir de hoje sermos uma nova Mônica, não importa o tempo, não importa quando se quero algo eu começo pela oração.

Orando com poder: Ore com persistência

Ana – Equipe Mais de Deus

Leia também:

Leia também: