Diante do massacre de Suzano, a pergunta que todos querem a resposta é:

Violencia-juvenil-1O que motivou essa violência? Por que disso tudo?

Diante do acontecido volta e meia surgem figuras políticas, psicólogos e tantos outros “ólogos” com as interpretações do que levou os jovens a realizarem isso.

Nós do Mais de Deus, não somos “ólogos”, mas sabemos bem a resposta do que originou e/ou tem originado esses problemas de violências e outras coisas, os quais vamos demonstrar como se fosse um banco de pernas:

01 – FALTA DE DEUS

Perna de apoios 01 – A sociedade moderna está cada vez mais independente de Deus. Os erros de padres e pastores estão afastando as pessoas de nossas igrejas e ao invés de uma pregação voltada a conversão temos visto, pregações superficiais.

As famílias, num modo geral, não estão sendo bons exemplos para seus filhos, muitos romperam com as tradições cristãs, contaminadas pela liberalização das décadas de 70, 80 e 90; estão delegando os cuidados de seus filhos as escolas, as ruas e até mesmo a internet.

Com isso, a atitude desregrada e os costumes seculares adentram nossas casas e as confusões de interpretação da vida moderna faz com que meninos usem roupas de meninas e vice-versa, bem como, a libertinagem que se confunde com a liberdade.

Consequência direta: pessoas cada vez mais descrentes, sem fé e sem temor a Deus.

Consequência social: pessoas não se preocupam com as outras, indiferença.

02 – FALTA DE LIMITES E AUTORIDADE

O segundo pé de apoio de nosso estudo é a falta de autoridade dos pais, que acanhados pela lei da palmada e do estatuto do adolescente, cada vez menos exercem a autoridade paterno/materna sobre seus filhos e muito menos impõem limites aos mesmos; ocasionando que cada vez menos educam os seus filhos.

Diante disso, tentam delegar a escola a educação dos filhos, como missão, que seria dos pais, a missão da escola e dos professores é a de ensinar. No entanto, esses também estão amarrados, pois graças a educação continuada, perderam o respeito e a autoridade sobre a maioria das salas de aula. Dias atrás se polemizou a respeito do cantar o hino nacional nas escolas e o assunto foi tratado como imposição

Consequência direta: jovens que não sabem respeitar o direito do outro, filhos rebeldes e sem preocupação com o futuro.

Consequência social: desordem, proliferação de drogas, marginalidade em muitos casos. Como no caso dos bailes funk, onde todo tipo de desrespeito acontece, mas é cultural.

03 – DESCONHECIMENTO DOS DEVERES

O terceiro pé de apoio dessa delicada sociedade é a falta de deveres ou da consciência dos deveres das pessoas, não se fala mais dos nossos deveres, a sociedade fala de direitos e mais direitos. Tudo está permitido, liberado e bom. A geração do ano 2000 não quer ser cobrada, eles dizem que precisam ser entendidos, mas somente eles precisam ser entendidos.

A palavra “Cimancol”, tão usada na década de 90, hoje se falada é nada mais, nada menos do que uma repressão aos diretos – um verdadeiro palavrão.

Consequência direta: jovens não sabem respeitar o direito e opinião do outro e muito menos serem confrontados. Acham que tudo é possível, permitido e justificável.

Consequência social: Desrespeito a liberdade do outro, algazarras e zoeiras intermináveis noites a dentro, brigas e anarquias em muitos lugares.

Resposta dada.

Nada que não sabíamos que chegaria aonde chegou

Equipe Mais de Deus