Rio-de-Janeiro-03-chuvasOcupação desordenada, morros desmatados, falta de preparo da cidade para enfrentar o problema das chuvas, sem contar a qualidade das construções nos morros cariocas; tudo isso forma os ingredientes de uma “panela de pressão” que pode explodir quando é afetado por fortes chuvas.

O saldo desse aguaceiro – 10 mortes!

As causas. Deslizamentos, afogamentos e até uma pessoa que foi eletrocutada.

As críticas estão por todos os lados, e a prefeitura é acusada de não ter feito os investimentos necessários para garantir a segurança de encostas e muito menos para o desassoreamento dos córregos e rios.

E o pior, o descaso das autoridades que não enfrentam o problema de frente, com atitudes certas e coerentes, ainda demoram para agir e ir de encontro para com aqueles que perderam o pouco das coisas que tinham.

A bem da verdade, o grande fluxo de águas que por conta da grande ocupação dos morros, não infiltram no solo descem morro abaixo como grandes corredeiras.

Era tanta chuva que a madrugada não parecia ter fim e com isso, os serviços de resgates também ficaram comprometidos por não terem como chegar até os locais dos problemas.

O Rio de janeiro está de luto!

Equipe Mais de Deus